NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Inquérito é prorrogado

O Ministério Público Federal (MPF) em Minas Gerais concedeu mais 90 dias para a Polícia Federal (PF) concluir o inquérito que investiga a participação de terceiros no atentado contra o então candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, em Juiz de Fora (MG), há um ano. Nesta segunda investigação aberta sobre o caso, a PF analisa se Adélio Bispo de Oliveira, que deu uma facada em Bolsonaro, recebeu ajuda de outra pessoa para cometer o crime.

Scroll To Top