NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Reforço no combate à corrupção

Witzel anunciou o Programa de Integridade Pública do Estado em evento, em Salvador, na Bahia, nesta quinta (22)

Philippe Lima/Divulgação

O governador Wilson Witzel assinou, nesta quinta (22), um decreto que cria o Programa de Integridade Pública do Estado do Rio de Janeiro. A assinatura foi feita durante a abertura do IV Simpósio de Combate à Corrupção, realizado em Salvador, na Bahia. A iniciativa, da Controladoria Geral do Estado (CGE-RJ), vai implantar mecanismos destinados à prevenção da corrupção nas secretarias e órgãos estaduais. O programa, que representa um marco no enfrentamento à corrupção no Estado, inclui treinamentos e a criação de um canal de denúncias.

"Hoje, assinei um decreto que implementa um programa de integridade no estado. O programa representa um legado importante, porque estamos aperfeiçoando as instituições. Como governador, não poderia deixar de implementar este projeto no Rio de Janeiro, porque combater a corrupção traz investimentos. É preciso que tenhamos cada vez mais um país transparente, com um bom ambiente de negócios para atrair investimentos", afirmou Witzel.

O governador também lembrou outras medidas que a administração estadual tem adotado para combater a corrupção em 2019. Entre as ações, está o fortalecimento da CGE.

"Era preciso ter uma Controladoria do Estado atuante. Criamos o Disque Rio Contra a Corrupção, que já recebeu 805 ligações e, deste total, 61 denúncias estão em fase de levantamento preliminar ou já foram encaminhadas para as corregedorias setoriais. Entre as ações, abrimos cinco Processos Administrativos de Responsabilização - PAR, realizamos diversas auditorias em várias áreas do Estado, além da conclusão de 238 processos administrativos disciplinares recomendando a demissão de servidores estaduais", complementou o governador.

Ainda segundo Witzel, todas as secretarias, autarquias e fundações estaduais deverão desenvolver seu programa, identificando e classificando os riscos de corrupção.

PRA VOCÊ PENSAR

"Olho por olho e o mundo acabará cego."

Mahatma Gandhi

Senador propõe 'suicídio policial'

O senador Flávio Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), apresentou ontem um projeto de lei que propõe classificar como suicídio a morte de criminosos que se ponham em situações de risco. A matéria legislativa foi protocolada dois dias após o caso do sequestro na Ponte Rio-Niterói, que culminou na morte do sequestrador Willian Augusto da Silva, de 20 anos, por snipers do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia MIlitar.

Código Penal

O PL altera o Código Penal para incluir nas hipóteses de legítima defesa o "suicídio por policial", para dar mais autonomia a policiais a matarem quem "se recusa a negociar ou a se entregar", aceitando assim os riscos da situação.

'Manhã do Futuro' em Niterói

Flávia Monteiro, Secretária de Educação do município de Niterói, Patrícia Gomes, subsecretária de Educação na Rede Municipal de Educação de Niterói, Therezinha Doin, consultora pedagógica do Instituto Jelson da Costa Antunes (IJCA) e Ana Vieira, da Poupança Escola, participam da 3ª edição da Manhã do Futuro. Promovido pelo movimento #TamoJunto9ºano, do IJCA, o evento gratuito reuniu alunos de escolas públicas municipais de Niterói, no Teatro Popular Oscar Niemeyer.

Flávia Monteiro, Secretária de Educação do município de Niterói, Patrícia Gomes, subsecretária de Educação na Rede Municipal de Educação de Niterói, Therezinha Doin, consultora pedagógica do Instituto Jelson da Costa Antunes (IJCA) e Ana Vieira, da Poupança Escola, participam da 3ª edição da Manhã do Futuro. Promovido pelo movimento #TamoJunto9ºano, do IJCA, o evento gratuito reuniu alunos de escolas públicas municipais de Niterói, no Teatro Popular Oscar Niemeyer.

Manuel Fer

Flávia Monteiro, secretária de Educação de Niterói; Patrícia Gomes, subsecretária de Educação na Rede Municipal de Educação de Niterói; Therezinha Doin, consultora pedagógica do Instituto Jelson da Costa Antunes (IJCA) e Ana Vieira, da Poupança Escola, participam da 3ª edição da Manhã do Futuro. Promovido pelo movimento #TamoJunto9ºano, do IJCA, o evento gratuito reuniu alunos de escolas públicas municipais de Niterói, no Teatro Popular Oscar Niemeyer.

Vereador se reúne com vice-cônsul japonês

O vereador Paulo Eduardo Gomes (Psol) e Takashi Goto, Vice-Cônsul do Japão no Rio de Janeiro, se reuniram, nesta semana, para debater a conjuntura da crise econômica no Estado do Rio

O vereador Paulo Eduardo Gomes (Psol) e Takashi Goto, Vice-Cônsul do Japão no Rio de Janeiro, se reuniram, nesta semana, para debater a conjuntura da crise econômica no Estado do Rio

Divulgação

O vice-cônsul do Japão no Rio de Janeiro, Takashi Goto, convidou o vereador de Niterói Paulo Eduardo Gomes (Psol) para uma conversa sobre a atual conjuntura da crise econômica no Estado do Rio. Goto, que está no Rio há dois meses, vem se reunindo com lideranças políticas da região para aprofundar seu entendimento sobre o Rio e sua atividade frente ao consulado. O encontro foi acompanhado por Márcio Bastos, assessor do consulado, e pelo advogado Fernando Tinoco.

PSB dá posse à Executiva

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) dará posse à sua nova Executiva Municipal de Niterói neste sábado, dia 24, às 9h30, na Câmara Municipal da cidade. No evento, que contará com a participação de Alessandro Molon, presidente do partido no Rio, será empossado o novo presidente da legenda na cidade, o sociólogo e especialista em segurança pública Carlos Kelly.

Modernização

"Assumo a presidência do diretório reafirmando nossa missão de seguir em frente com o projeto de reconstrução e de modernização do partido. Nosso objetivo é de ampliação do projeto político, construindo um caminho sólido para uma nominata forte e vitoriosa", declarou Kelly.

Morre a artista Derly Gouvea

Faleceu, na manhã da última quinta (22), a cantora, diretora de teatro e cinema itaboraiense Derly Gouvea. A artista estava internada em Niterói, por conta de complicações de saúde. Com grande importância para a cultura, ela criou, junto com Glaucio Ramos, a Cia. de Teatro João Caetano, o único grupo teatral da cidade reconhecido pela Câmara Municipal. Esteve à frente de muitas produções amadoras locais. Em 1988, a peça "Caeté, uma Lenda", dirigida por ela, reinaugurou o Teatro Municipal João Caetano, revelando nomes como Zeca Palácio, famoso diretor teatral da cidade.

Carlos Mônaco homenageado

O livreiro Carlos Mônaco será homenageado neste sábado, dia 24, às 16h, durante palestra que o presidente da Academia Niteroiense de Letras, Juber Alves Baesso, fará no Centro Cultural Maria Sabina, em Santa Rosa. Baesso falará sobre o trabalho desenvolvido por Mônaco à frente da Livraria Ideal, ajudando a preservar a história literária da região.

Scroll To Top