NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Potencial turístico do Rio de Janeiro impulsiona formação técnica pela Faetec

A realização, nesta semana, do Salão Estadual do Turismo é uma prova do esforço do Governo do Estado, que espera receber quatro milhões de turistas até final de 2022

Paraty segue como um dos principais destinos do Estado do Rio de Janeiro

Divulgação

Mercado em franca expansão, o turismo se aproveita da projeção que o Rio de Janeiro teve como sede dos principais eventos esportivos para seguir atraindo visitantes. O estado, também conhecido como palco de grandes espetáculos, como o Carnaval e o Réveillon, tem potencial para aumentar ainda mais o número de turistas, principalmente para as cidades do interior fluminense. A realização, nesta semana, do Salão Estadual do Turismo é uma prova do esforço do Governo do Estado, que espera receber quatro milhões de turistas até final de 2022. Para formar mão-de-obra especializada, a Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) tem apostado nos cursos de formação técnica na área: Guia de Turismo, Agenciamento de Viagem e Hospedagem.

"A Fundação é considerada uma das principais instituições públicas de formação e qualificação profissional do país. Com o apoio do Governo Federal, por meio do Pronatec, o potencial de atendimento de alunos é ainda maior. Os estudantes recebem material didático e ajuda de custo nos dias de aula para as despesas de transporte e alimentação. O nosso objetivo é formar e transformar a vida do cidadão por meio da profissionalização e entregá-los ao mercado de trabalho bem preparados", salientou o presidente da Faetec, Romulo Massacesi.

Responsável pela recepção, condução, orientação e assistência de pessoas ou grupos durante traslados, passeios, visitas e viagens em âmbito local, regional e nacional, o guia de turismo também trabalha com informações sobre aspectos socioculturais, históricos, ambientais e geográficos. O curso técnico oferecido pela Faetec tem duração de 18 meses e é composto por três módulos. A grade curricular é um dos destaques, com o ensinamento de três idiomas: inglês, espanhol e francês. Há ainda disciplinas voltadas para as áreas da história do Rio de Janeiro, além de conhecimentos básicos de empreendedorismo e comunicação empresarial. Segundo o coordenador do curso, Jonas Abreu, outro ponto fundamental da formação são as aulas práticas fora de sala de aula.

"Existem dois diferenciais na formação técnica em Guia de Turismo na Rede Faetec: a grade, com 1180 horas de aulas letivas teóricas e práticas, e outras 120 horas de estágio. Isso proporciona uma imersão diária no mercado de turismo. Utilizando a técnica da “aula fora da caixa”, os alunos têm a oportunidade de colocar em prática as técnicas de guiamento, seminários, palestras, organização de eventos e visitas técnicas. Um exemplo disso é que alguns alunos estão cumprindo horas de prática profissional como guias no projeto Palácio Guanabara de Portas Abertas, que retornou este ano", explicou o coordenador.

Scroll To Top