NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Emendas parlamentares para 2020 em pauta no Rio

Governador se reuniu ontem com deputados da bancada federal fluminense

O governador Wilson Witzel em reunião com deputados federais no Palácio Guanabara. Destaque foi a segurança

Divulgação

O governador Wilson Witzel se reuniu, na manhã de ontem, com os deputados federais da bancada fluminense para iniciar as tratativas sobre as emendas parlamentares para o ano de 2020. Durante o encontro, no Palácio Guanabara, Witzel falou sobre algumas áreas prioritárias para o Governo do Estado, entre elas a segurança pública, com destaque para o programa 'Segurança Presente'.

"Esta é a segunda reunião com a bancada federal e a tendência agora é aumentarmos a presença dos deputados, pelo menos, uma vez por mês. Pedi aos parlamentares que queiram direcionar recursos para o Segurança Presente a fim de que nós possamos manter uma certa regularidade de investimentos no programa, inclusive, em outras cidades fluminenses", disse o governador, que acrescentou ainda:

"O Segurança Presente tem ajudado muito o comércio no combate aos pequenos furtos, roubos de rua e realiza prisões de algumas pessoas que estão com mandado de prisão em aberto. O programa também ajuda a população em situação de rua com as assistentes sociais, tornando as ações muito mais acolhedoras", falou Witzel, que lembrou que a iniciativa chegará, até dezembro deste ano, aos bairros de Laranjeiras, Bangu, Botafogo, Barra da Tijuca, Vila Isabel, Grajaú, em mais outros dois bairros de Nova Iguaçu (Austin e Miguel Couto) e em Duque de Caxias.

Início da articulação - De acordo com Christino Aureo (PP-RJ), a partir do próximo encontro, o Governo do Estado começará a detalhar os projetos em andamento.

"A discussão serviu para que a bancada comece a definir a aplicação dos recursos federais nas áreas prioritárias do Governo. Essas áreas foram definidas previamente, como saúde, segurança pública, educação, incluindo as questões das universidades e os ensinos básico e técnico, incluindo as escolas da Faetec", afirmou o deputado.

Scroll To Top