NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Alameda São Boaventura terá interdições a partir de setembro

Fechamento parcial da via será necessário para obras de macrodrenagem da comunidade São José

Duas faixas da Alameda São Boaventura, sentido São Gonçalo, estarão interditadas ao trânsito, das 21h às 7h, de segunda a sexta-feira

Arquivo/ Evelen Gouvêa

A partir do dia 2 de setembro, duas faixas na pista sentido São Gonçalo da Alameda São Boaventura estarão interditadas ao trânsito, das 21h às 7h, de segunda a sexta-feira, no trecho entre as ruas Sá Barreto e São José. Aos sábados, o bloqueio acontecerá das 18h às 7h, e aos domingos, das 19h às 7 horas. O fechamento parcial da via será necessário para realizar as obras de macrodrenagem da comunidade São José, localizada entre os bairros Fonseca, Viçoso Jardim e Caramujo. A previsão é de que o trabalho na Alameda seja concluído no início de novembro.

Durante o período de interdições, haverá mudanças nos locais de parada de algumas linhas de ônibus. As linhas 49 (Fonseca x Centro x Icaraí), 731D (Charitas x Candelária via Fonseca) e 1731D (Castelo x Charitas) que seguem no sentido Santa Rosa passarão a fazer paradas na Rua Oscar da Fonseca. Já as linhas 45 (Cubango x Centro) 26A (Morro do Céu x Centro) e 26B (Caramujo x Centro) que seguem no sentido Caramujo, terão os pontos transferidos da Alameda para a Rua Sá Barreto.

Os motoristas também devem ficar atentos às mudanças nos retornos. Quem sai da Rua Evilásio Silva em direção à São José deverá seguir na Alameda sentido Centro e acessar a Rua Santo Cristo, a Travessa Romualdo Peixoto e a Rua São Januário. Deste ponto, o motorista deverá atravessar a Alameda para chegar à Rua Oscar da Fonseca, e de lá seguir pela Travessa do Maia e Rua Desembargador Lima Castro sentido Santa Rosa ou sentido Caramujo. Já os motoristas que estiverem no sentido São Gonçalo da Alameda e desejarem acessar a São José deverão entrar na Rua Sá Barreto, que terá sua mão invertida, e de lá acessar a Rua Soares de Miranda até a São José.

O primeiro quarteirão da Rua São José, no trecho entre a Rua Soares Miranda e a Alameda São Boventura, também estará interditado ao trânsito até o fim do ano. O estacionamento de veículos fica proibido em ambos os lados da via, e a mão do trânsito será invertida, passando a valer no sentido Soares Miranda. Quem desejar seguir para a Avenida Jerônimo Afonso ou para a Travessa São José deverá seguir pela Rua Sá Barreto. O estacionamento também ficará proibido na Rua Oscar da Fonseca, no trecho entre a Alameda e o número 70. Vale ressaltar que será garantido o acesso a veículos de moradores e comerciantes desta área.

Durante todo o período da obra, operadores de trânsito estarão no local para garantir a fluidez do trânsito. A NitTrans informa que dois operadores atuarão à noite na Alameda São Boaventura, na esquina com a Rua Sá Barreto. Ao longo do dia haverá um operador de trânsito entre a Rua Sá Barreto e a Rua Soares Miranda. No período de obras, um agente também estará na Alameda com Rua Evilásio Silva para assegurar o bom andamento do trânsito.

O consórcio Nova Comunidade São José, em parceria com a Prefeitura de Niterói, disponibilizou o Escritório de Trabalho Técnico Social para esclarecer dúvidas e receber sugestões. O endereço é Travessa São José, 28. O atendimento acontece no horário comercial.

Urbanização - Neste sábado (24), a Prefeitura entregou a primeira etapa do programa de urbanização da região da comunidade São José. Nesta fase foram realizados serviços de drenagem e pavimentação de vias, além da melhoria em escadas de acesso. A próxima etapa terá como foco o trabalho de macrodrenagem. As intervenções para urbanização e infraestrutura da comunidade começaram em abril de 2019 e a previsão é que estejam concluídas em agosto de 2020.

“Estamos realizando um conjunto de obras nunca visto na região Norte da cidade, do Morro do Bumba até a Alameda, com obras de drenagem e pavimentação. Debaixo deste asfalto temos uma obra sólida. Vamos continuar agora na segunda etapa da obra. São iniciativas que levarão mais tranquilidade e qualidade de vida aos moradores", disse Axel Grael, secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão.

As obras vão beneficiar cerca de 1.500 famílias. São financiadas pela Prefeitura de Niterói em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), através do Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Social de Niterói (Produis), em um investimento de R$ 44 milhões.

A secretária de Fazenda, Giovanna Victer, destacou a importância dos investimentos feitos pela prefeitura em áreas de vulnerabilidade.

“Esse é um governo que escuta a população. Não podemos fazer todas as obras ao mesmo tempo, mas sempre estaremos ouvindo os moradores e atendendo, na medida do possível, com planejamento e trabalho sério", disse a secretária.

Para a execução dos trabalhos, a região foi dividida em 10 núcleos. O serviço avança na comunidade com a implantação do novo asfalto, que está em andamento nas ruas Jardim Alvorada, Travessa São José e Jerônimo Afonso. A Travessa Dona Zina e a Subida do 340 já se encontram com esta etapa da obra finalizada.

As contenções previstas no projeto já foram concluídas nas Travessas Dona Zinha e Nova Esperança, nas Ruas Jardim Alvorada e Antônio Belchior Duarte. Novas intervenções serão realizadas na Travessa São José (parte alta) e na Rua São Jerônimo. A comunidade receberá, ainda, uma quadra poliesportiva, praça com academia da terceira idade e brinquedos para crianças, além de um anfiteatro.

Scroll To Top