NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Programa é inspirado em iniciativa no interior do Estado

Oficial encarregado de montar o programa, o coronel Max Willian, à frente da Coordenadoria de Assuntos Estratégicos (CAEs) da Polícia Militar, observa que 77% dos atendimentos acionados pelo Serviço 190 para denúncias de violência doméstica terminam com desfecho de "providência dispensada", ou seja, quando a própria vítima nega a existência da agressão ou da ameaça que sofrera.

"À primeira vista, esse percentual muito alto poderia até parecer positivo. Mas não é. Na maioria desses casos, a nossa equipe volta para o patrulhamento normal como se tudo estivesse resolvido e, dias depois, pode acontecer uma tragédia familiar", explica o coronel Max Willian. Para ele, não há dúvida de que com atendimento especializado, no qual haverá um acompanhamento da vítima e do agressor, muitas tragédias serão evitadas.

O trabalho desenvolvido inicialmente no 10º BPM (Barra do Piraí) e logo após no 38º BPM (Três Rios), chamado "Guardiões da Vida" e replicado em outras unidades por decisão voluntária de seus comandantes, tem servido de referência em palestras sobre o tema e transformou-se em modelo inicial para a montagem do programa "Patrulha Maria da Penha - Guardiões da Vida". Implantado em 2015 na unidade de Três Rios, ao acompanhar mulheres que sofreram ameaças ou agressões, a iniciativa evitou muitos desfechos trágicos. Em 2017, por exemplo, das 823 mulheres que ingressaram no Programa, 647 haviam sofrido agressões anteriores. Após o acompanhamento da equipe de policiais militares especializados, a reincidência de agressões caiu de 79% para 3,5%.

Além do 10º BPM e 38º BPM, outras nove unidades operacionais desenvolvem o projeto: 7º BPM (São Gonçalo), 11º BPM (Friburgo), 12º BPM (Niterói), 26º BPM (Petrópolis), 28º BPM (Volta Redonda), 30º BPM (Teresópolis), 37º BPM (Resende) e 35º BPM (Itaboraí).

A partir de agora, todas as unidades do estado prestarão esse serviço com base em um protocolo de atendimento estruturado pelo comando da Corporação. Em reconhecimento a essas iniciativas voluntárias e vitoriosas, foi mantida na logomarca do novo programa de patrulhamento especial a menção "Guardiões da Vida".

Scroll To Top