NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Idosos e pessoas com deficiência terão gratuidade em restaurante popular

Lei foi sancionada pelo governador Wilson Witzel

Em Niterói, o Restaurante Cidadão Jorge Amado foi municipalizado em janeiro de 2017 e oferece cardápio variado

Divulgação

Idosos e pessoas com deficiência estão isentos de pagamento de refeições oferecidas pelas unidades do Restaurante Cidadão em todo o Estado do Rio de Janeiro. É o que determina a Lei nº 8504/19, de autoria do deputado Rosenverg Reis (MDB), sancionada pelo governador Wilson Witzel e publicada no Diário Oficial desta segunda feira (02).

O Estado do Rio chegou a ter 18 restaurantes populares, mas atualmente estão em funcionamento cinco, sendo um em Niterói, outro em Petrópolis e três no município do Rio. Os restaurantes cidadãos servem café da manhã a R$ 0,50 e almoço, a R$ 2,00.

“Apesar do baixo valor cobrado pelo governo, ainda há pessoas que não têm como arcar com os custos. Claramente, quem mais sofre são as pessoas com deficiência e os idosos, que em muitos casos estão desempregados” , afirmou o deputado Rosenverg Reis.

Niterói

O Restaurante Cidadão Jorge Amado, no Centro, foi municipalizado em janeiro de 2017. O espaço, que é administrado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direito Humanos, tem investimento de cerca de R$ 3 milhões por ano e o preço da refeição é o mesmo desde a reabertura. Em média, são servidos 1.900 almoços e 300 cafés da manhã todos os dias no local. Em julho, o restaurante já havia atingido a marca de um milhão e duzentas mil refeições servidas em pouco mais de dois anos. 

O almoço é servido de segunda a sexta, das 11h às 15h, com cardápio variado. O café da manhã, das 6h às 9h, é composto por pão com manteiga e café com leite, café puro ou refresco. O cardápio é preparado por nutricionistas, que priorizam alimentação equilibrada e variada por conta dos frequentadores do restaurante que são pessoas acima dos 40 anos e idosos.

O restaurante chegou a ficar fechado quando o governo do Estado, que administrava o espaço passou por uma crise financeira. Para que as refeições voltassem a serem servidas, a Prefeitura de Niterói municipalizou e reabriu o restaurante no dia 2 janeiro de 2017.

Scroll To Top