NITERÓI/RJ
Min:   Max:
Alberto Brizola

Por dentro da política fluminense com Alberto Brizola [email protected] / Lucas Schuenck [email protected]

Cooperação para o Rock in Rio

Marcelo Crivella, prefeito do Rio, recebe o símbolo do Rock in Rio, uma guitarra vermelha, de Roberto Medina, idealizador do festival

Hudson Pontes/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, assinou, nesta quarta (4), com o empresário Roberto Medina, um acordo de parceria para a realização do Rock in Rio 2019. Durante a cerimônia, o presidente da Riotur, Marcelo Alves, apresentou o plano operacional da Prefeitura para o evento, que inclui limpeza, controle de tráfego, segurança e mobilidade, entre outros.

"Que a gente tenha um evento que some mais áreas, mais beleza. E que o Rio possa celebrar essa natureza exuberante. Assim como o Roberto, eu amo o Rio", afirmou Crivella, durante cerimônia realizada no Palácio da Cidade, em Botafogo.

A oitava edição carioca do maior festival de música e entretenimento do mundo vai acontecer no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, entre os dias 27 e 29 de setembro e 3 e 6 de outubro. A expectativa é que o evento leve 700 mil pessoas ao Parque Olímpico para assistirem 250 shows em sete dias. Durante todo este tempo, segundo o Executivo municipal, o Rock in Rio contará com diversos serviços da Prefeitura, que anunciou que mais de dois mil servidores trabalharão diariamente para o sucesso do evento, que tem impacto previsto na economia de R$ 1,7 bilhão.

"Hoje, a gente não precisa importar o som, a estrutura. A gente está exportando. Ver isso me traz um orgulho de ser carioca, eu amo esta cidade. Nesta época, a gente fica um pouco nervoso, mas isso acaba quando vemos a cara de alegria das pessoas entrando no evento", declarou Roberto Medina, presidente e criador do Rock in Rio, que entregou a Crivella uma guitarra, símbolo do evento.

A Comlurb, escolhida através da licitação atuará com uma programação de limpeza especial e sustentável. Os materiais recicláveis serão encaminhados para cooperativas. Já os resíduos orgânicos serão tratados e transformados em adubo na EcoParque do Caju, da Comlurb.

Em defesa dos aplicativos

O deputado estadual Alexandre Freitas (Novo) decidiu questionar na Justiça a regulamentação baixada pela Prefeitura do Rio para operação dos aplicativos de transporte privado na cidade. O parlamentar protocolou no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) uma representação de inconstitucionalidade, com pedido de liminar, contra os dois decretos do prefeito Marcelo Crivella - 44.399, de 11 de abril de 2019 e 46.417, de 29 de agosto deste ano, que regulam o segmento incluindo, inclusive, cobrança de tarifa por uso de vias públicas e multa por violação de obrigações.

Decretos

A representação defende a inconstitucionalidade dos decretos por ampliarem o rol das infrações de trânsito e estabelecerem multas e pontuação negativa, e disporem sobre obrigações condicionantes ao funcionamento de empresas, entre outras.

Jongo é tema de audiência pública

Uma audiência pública promovida pela Alerj, em Madureira, debateu a valorização da cultura jongueira

Uma audiência pública promovida pela Alerj, em Madureira, debateu a valorização da cultura jongueira

Dilvugação/Alerj

A Comissão do Trabalho, Seguridade e Legislação Social da Alerj realizou, nesta semana, a audiência pública "Jongueiros: Território, Identidade e Tradição", com o objetivo de ampliar o debate sobre as políticas de valorização, reconhecimento e fortalecimento dos jongueiros e das jongueiras. O debate aconteceu na Casa do Jongo, na comunidade da Serrinha, em Madureira, na Zona Norte do Rio, e foi promovido pela Comissão, presidida pela deputada Monica Francisco (Psol).

Atenção com recursos

O Grupo de Atuação Especializada em Educação do Ministério Público (Gaeduc/MPRJ) ajuizou ação contra o município de Cabo Frio para o cumprimento de sentença homologatória de acordo. A medida foi tomada com base em ação civil pública e visa compensar o déficit diagnosticado nos gastos com a Educação, referentes ao ano de 2016, além da criação de contas específicas para a gestão dos recursos vinculados ao setor.

Bienal do Livro itinerante

Os mais de 100 mil passageiros que circulam diariamente pelo terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, já podem entrar no clima da 19ª Bienal Internacional do Livro. A biblioteca itinerante da Transportes Flores está no local com mais de 700 livros disponíveis gratuitamente. Dentro os títulos, "Beijos Mágicos" e "Galinha dos Ovos de Ouro".

Quase 3 mil

O projeto funciona há cerca de um ano e já atingiu a marca de 2.932 livros emprestados, passando pelos municípios de Nova Iguaçu e São João de Meriti, na Baixada Fluminense, e no Méier, na capital do Estado do Rio. A Bienal do Livro, que acontece no Riocentro, irá até domingo, 8 de setembro.

Capacitação em SG

A partir da última quarta (4), a Secretaria Municipal de Planejamento e Projetos Especiais de São Gonçalo, em parceria com o Sebrae, deu início a um ciclo de oficinas para 1.200 famílias residentes no Minha Casa Minha Vida de Venda da Cruz. Com os temas empreendedorismo e artesanato, o objetivo é capacitar moradores para que eles entrem no mercado de trabalho, inclusive, tocando seu próprio negócio. "A ideia com essas oficinas é mostrar a importância de estar no mercado de trabalho hoje e as diversas formas de ganhar dinheiro", explica Luciana Vieira, técnica da Secretaria de Planejamento.

Sefaz-RJ inicia cobranças hoje

A Secretaria de Estado de Fazenda inicia, nesta quinta (5), a cobrança de 900 contribuintes que não pagaram o Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doações de Quaisquer Bens e Direitos (ITD) e devem R$ 5 milhões aos cofres fluminenses. O contato com esses contribuintes será feito pelos servidores da Sefaz-RJ, que atuam no call center da pasta. Esse setor foi criado em maio deste ano com a finalidade de recuperar débitos existentes de impostos estaduais. Segundo o órgão, já foram arrecadados, até o momento, mais de R$ 50 milhões.

Publicidade de mau gosto

O presidente do Procon-RJ, Cássio Coelho, solicitou explicações ao curso Estratégia Concursos sobre publicidade que pode ser considerada abusiva. A ação foi motivada por denúncia de consumidor que se sentiu ofendido pela mensagem intitulada: "Você é burro! Muito ou pouco: eis a questão!". O denunciante recebeu a propaganda por e-mail.

PRA VOCÊ PENSAR

"Imposto no Brasil é caridade: você paga sem esperar nada em troca."

Paulo Francis

Scroll To Top