NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Niterói celebra a Independência

Tradicional desfile de 7 de setembro ganhou a Avenida Ernani do Amaral Peixoto na manhã deste sábado

Desfile de 7 de setembro no Centro de Niterói reuniu centenas de famílias da cidade e municípios vizinhos neste sábado

Marcelo Feitosa

O tradicional desfile cívico, que celebra o Dia da Independência do Brasil, aconteceu neste sábado (7), na Avenida Amaral Peixoto, Centro de Niterói. Com cerca de 4 mil pessoas acompanhando, desfilaram grupamentos do Exército, Marinha, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Municipal e, pela primeira vez em Niterói, a Polícia Rodoviária Federal. Além disso, passaram pela Amaral Peixoto seis escolas municipais, uma estadual, três particulares, projetos e instituições como o Projeto Gugu e a Legião da Boa Vontade, e a Tropa Mirim, com 94 crianças.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, participou da solenidade acompanhado de autoridades militares, como o general Antônio Ribeiro da Rocha Neto, comandante da Artilharia Divisionária da 1ª Divisão de Exército e guarnição Militar de Niterói. Também estiveram presentes o Deputado Estadual Paulo Bagueira, a secretária municipal de Educação Professora Flávia Monteiro, a secretária municipal de Fazenda Giovanna Victer, o secretário municipal de Ordem Pública Coronel Paulo Henrique de Moraes, o secretário Municipal do Gabinete Integrado de Gestão de Segurança, Gilson Chagas, e os vereadores Milton Cal, Emanuel Rocha e outros políticos.

Começando às 9h e com um sol moderado, o público, majoritariamente formado por famílias, assistiu ao desfile bastante animado, como fala Maria de Fátima, mãe da Bianca Cristina e da Luana.

"É muito legal isso tudo, pois é um programa para trazer as crianças, ainda mais que a minha filha Luana irá desfilar. Meu pai sempre me levava no desfile de sete de setembro porque realmente é um momento em que nos sentimos orgulhosos de ser brasileiros. Agora que minha filha também irá desfilar, juntou o útil ao agradável e trouxe a família toda para aproveitar esse dia", explica.

O prefeito Rodrigo Neves exaltou a importância do desfile para as pessoas e para a cidade.

"A cada ano, esse desfile cívico desperta em cada um de nós o amor pelo Brasil, isso que temos que incentivar para a nossa juventude e para todos os cidadãos. Eu sempre participei quando criança e jovem, e percebo que também é um momento especial dessas crianças e jovens que estão desfilando hoje. Niterói está fazendo um belíssimo desfile, e mais belo que isso é observar milhares de famílias assistindo para celebrar a grandeza do Brasil e projetando uma cidade com mais cidadania, orgulho e autoestima", afirma Rodrigo Neves, que é completado por Paulo Bagueira.

"Eu acompanho o desfile em Niterói desde criança, e entendo que é uma grande demostração de amor pela pátria. Famílias, escolas, instituições e projetos sociais, todos juntos, já diz por si só o quanto esse dia é importante. Dou meu parabéns ao prefeito Rodrigo e ao legislativo por todo ano promover e incentivar esse evento", conclui.

O tenente-coronel Sylvio Guerra, comandante do 12º BPM (Niterói), também fez questão de abordar o tema da representatividade do desfile para a população

"O simbolismo do sete de setembro é uma coisa muito significativa. Não poderia ser diferente em Niterói, e isso é gratificante, pois estamos vendo a retomada de uma tradição que ao longo do tempo ficou um pouco esquecida. As pessoas não saem de casa como antigamente para honrar o desfile, mas estamos, a meu ver, passando por um momento de mudança no nosso país, e isso está crescendo novamente", finaliza.

Rio - A cerimônia de abertura do desfile cívico-militar no Rio de Janeiro começou às 9h10, e, segundo estimativas do Comando Militar do Leste (CML), cerca de 5,2 mil pessoas entre militares e representantes de instituições civis passaram pela pista da Avenida Presidente Vargas, no centro da cidade.

O governador do Rio, Wilson Witzel, passou em carro blindado do Exército e foi aplaudido ao acenar para as pessoas que acompanham o evento nas arquibancadas. Não há estimativa oficial de público, mas as arquibancadas e a pista junto às grades estavam lotadas.

 

Scroll To Top