NITERÓI/RJ
Min:   Max:
Alberto Brizola

Por dentro da política fluminense com Alberto Brizola [email protected] / Lucas Schuenck [email protected]

'Tetra' em saídas de pauta na Alerj

Placar da Alerj apenas 32, dos 70 deputados, presentes na Casa

Divulgação

O Projeto de Resolução (PR) que pretende implementar uma lista de deputados faltosos no site da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) saiu da pauta na Casa Legislativa pela quarta vez. Prevista para ser votada na tarde desta quinta-feira (12), a matéria foi adiada, mais uma vez, após o deputado estadual Márcio Gualberto (PSL) solicitar a verificação de quórum em votação que antecedia o PR. Após o pedido de Gualberto, entretanto, o plenário se esvaziou e passou a contar apenas com 32, dos 70 parlamentares. O quórum mínimo para votação é de 36 deputados.

Flávio Serafini (Psol), defensor da aprovação do PR, afirmou, após a sessão ordinária, que a reconfiguração da disposição da Alerj não abandonou velhas práticas no Legislativo estadual.

"O projeto do deputado Eliomar é muito bom porque dá transparência ao parlamento. Infelizmente, a bancada do PSL juntou-se com aqueles que sempre foram contrários à transparência, e derrubou a sessão. Fica claro que essa renovação do parlamento manteve as velhas práticas", declarou Serafini.

Gualberto, no entanto, afirma que não manobrou, de nenhuma forma, para que a votação não se concretizasse. Segundo o parlamentar, o projeto de lei no qual pediu a verificação do quórum, que versa sobre ensino religioso, é de extrema importância para ele, que é católico.

"Eu não solicitei a verificação de quórum com o objetivo de que o projeto que aumenta a transparência da Alerj não fosse votado. Muito pelo contrário: a bancada do PSL é favorável a qualquer projeto que dê transparência a tudo aquilo que fazemos na Alerj. Eu pedi que fosse verificado porque a questão do ensino religioso é bastante importante para mim, como católico, assim como é importante para evangélicos. Ou seja, uma coisa não tem nada a ver com a outra", afirmou o parlamentar.

A matéria legislativa, proposta pelo deputado estadual Eliomar Coelho (Psol), pretende instaurar no site da Alerj uma lista, de todas as sessões, com a lista de presença dos parlamentares o que, consequentemente, expõe os faltosos. No mesmo projeto, uma emenda do deputado Alexandre Freitas (Novo), propõe a divulgação, também no portal institucional, da listagem dos funcionários de todos os gabinetes parlamentares, além de seus salários. A proposta já saiu de pauta, pelos mesmo motivo, no dia 2 e 22 de maio e 5 de junho.

Witzel relembra infância

Em cerimônia que marcou a liberação de R$ 5,8 milhões para a Assistência Social de 53 municípios fluminenses, nesta quinta (12), o governador Wilson Witzel se emocionou ao lembrar de sua infância e de problemas com alcoolismo vividos por seu pai. O governador explicou que seu pai era metalúrgico e sua mãe, empregada doméstica, e, em um momento de crise pelo abuso de álcool, o apoio foi de vital importância para a recuperação do familiar, o que aconteceu com sucesso.

Alcoolismo

"Meu pai ficou doente e a gente passou fome, eu sei o que é isso. Sei o que é ter um familiar alcoólatra. Sei o que é se sentir impotente, com 11 anos ter que ir para a rua buscar meu pai embriagado", afirmou Witzel, que comparou a luta de sua família com o trabalho de gestores da pasta.

Transporte em pauta na Alerj

A OAB Niterói, por meio da Comissão de Transporte e Mobilidade Urbana, presidida por Simone de Oliveira, realiza um seminário no próximo dia 19 com foco na Semana Nacional do Trânsito. O evento será promovido no auditório da entidade, a partir das 18h, e contará com diversos expositores especialistas no tema.

Igualdade une torcidas rivais

Torcedoras de times rivais se uniram em reunião na Alerj para solicitar mais igualdade nos estádios de futebol

Torcedoras de times rivais se uniram em reunião na Alerj para solicitar mais igualdade nos estádios de futebol

Divulgação

A deputada estadual Dani Monteiro (Psol) uniu, nesta semana, torcidas rivais. Autora de projetos de lei que propõem a instação de fraldários que atendam famílias e campanhas permanentes contra o assédio sexual em estádios de futebol, ela decidiu ouvir o que as torcedoras querem e precisam para frequentar jogos com segurança. Segundo ela, Vasco e Flamengo, rivais de longa data, ficaram lado a lado para pedir, entre outras pautas, a disponibilização de mais policiais e agentes mulheres nos estádios.

'Dom Cultural' deu samba na Bienal

Flávia Lyra, rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense, e Julio Aurélio, autor de

Flávia Lyra, rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense, e Julio Aurélio, autor de "O Dom Cultural", em evento de lançamento do livro na Bienal

Divulgação

Não foram somente as publicações relacionadas à temática LGBT que tiveram as vendas alavancadas na Bienal com a polêmica censura a um gibi. No sábado, o livro "O Dom Cultural", do cientista social da Fundação Casa de Rui Barbosa, Julio Aurélio, se esgotava durante o lançamento no espaço da editora Chiado Books, na presença de acadêmicos, escritores e representantes da cultura carioca, entre eles, a rainha da Imperatriz Leopoldinense, Flávia Lyra.

Estudantes em festival de cinema

Estudantes da rede estadual da Região Serrana do Rio participam do IX Festival de Cinema de Teresópolis. Os alunos auxiliaram a organizar o evento, produziram e vão exibir filmes de ficção, animação, documentários, entre outras produções. O festival começou nesta quinta-feira (12) e termina nesta sexta (13). Entre as escolas vinculadas à Secretaria Estadual de Educação (Seeduc) que participarão estão os colégios estaduais Euclydes da Cunha, Edmundo Bittencourt e Presidente Bernardes, em Teresópolis; Dom Pedro II, em Petrópolis; e Coronel João Limongi, em São José do Vale do Rio Preto.

Proposta pela segurança

Vereadores de Maricá sugeriram, em sessão ordinária nesta semana, medidas para melhorar a segurança na cidade, em resposta aos recentes episódios de violência. Fabiano Novaes (DEM) sugeriu que PMs que residem no município tenham prioridade no momento da contratação para prestação de serviços pelo Proeis. Ele acredita que isto aumentará o afinco dos policiais.

Palestras

Entre os palestrantes estão Priscilla Rocha, educadora de trânsito e chefe do departamento de Educação para o Trânsito da NitTrans; Patrícia Prins, advogada e presidente da Comissão de Diversidade e Inclusão da OAB-Niterói; e Marisa Dreys, advogada, mestre em Antropologia pela UFF e policial rodoviária.

PRA VOCÊ PENSAR

"Convém evitar três acidentes geométricos na vida. Círculos viciosos, triângulos amorosos e bestas quadradas".

Autor desconhecido

Scroll To Top