NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Faetec prorroga as inscrições para cursos profissionalizantes

São mais de 9 mil vagas em todo o Estado

O curso para padeiro é um dos que têm inscrições abertas na Faetec

Divulgação/Palácio Guanabara

Para quem já está de olho nas oportunidades de vagas de emprego que surgem no final de ano e quer dar um ‘plus’ no currículo, uma ótima opção são cursos profissionalizantes gratuitos da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), instituição veiculada à Secretaria de Estado, Ciência, Tecnologia e Inovação. As inscrições foram prorrogadas até a próxima segunda-feira, dia 23. São mais de nove mil vagas distribuídas em unidades de todo o Estado e mais de 30 opções de cursos. O cadastro pode ser feito por meio link https://bit.ly/1LRJSqy. Os interessados poderão escolher até dois cursos diferentes por CPF.

Entre os cursos mais procuradas estão: Confeiteiro, Maquiador, Mecânico de Motores a Diesel, Informática Windows I, Recepcionista, Salgadeiro, Padeiro, Cuidador de Idosos, Auxiliar de Cozinha e Montador e Reparador de Computadores. A cidade com o maior número de inscritos é o Rio de Janeiro, seguida por Nilópolis, Nova Iguaçu, Duque de Caxias e São Pedro da Aldeia.

“Estamos acompanhando o andamento das inscrições e a demanda tem sido muito grande. Até o momento mais de 50 mil candidatos fizeram o cadastro. Por isso, resolvemos esticar mais um pouco as inscrições para dar uma última chance para aqueles que deixam para última hora. A grande procura pelos cursos da Faetec só nos confirma que estamos fazendo o certo, oportunizando a população fluminense através da qualificação profissional para que vidas e lugares sejam transformados”, avalia o presidente da Faetec, Romulo Massacesi.

Para se candidatar aos cursos profissionalizantes é preciso ter a idade mínima entre 14 e 18 anos, de acordo com a exigência de cada curso. A escolaridade também varia, de acordo com a qualificação escolhida.

Qualificação Profissional: oportunidades diversas

Os cursos são uma oportunidade para quem procura o primeiro emprego, quer se aperfeiçoar na profissão que exerce ou tem interesse de abrir seu próprio negócio, como é o caso do aluno Jovani Américo.

“Resolvi fazer primeiro o curso de barbeiro para entrar nessa profissão, que é muito boa, e já estou trabalhando em um salão. Agora, estou me aperfeiçoando como cabeleireiro. O curso está sendo muito importante porque emprego está difícil, e eu pretendo ainda abrir meu salão e trabalhar por conta própria”, conta o estudante da unidade de Quintino, na Região Metropolitana do Estado.

Scroll To Top