NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Parque da Concha Acústica sofre com descaso

Frequentadores reclamam da falta de manutenção no espaço

A quadra de tênis está prejudicada por conta das enormes rachaduras no chão

Douglas Macedo

A situação do Parque da Concha Acústica vem incomodando os frequentadores do local. Com uma estrutura bastante precária, apesar de ser muito utilizada pelos moradores dos entornos, o Parque, localizado na Rua São Domingos, no bairro São Domingos, em Niterói, não tem serviços de manutenção há anos.

O local conta com dois campos de futebol, uma quadra de basquete, um espaço para prática de críquete, quadra de tênis e também conta com uma área de lazer. Nos campos de futebol ainda acontecem diversos eventos que chegam a cidade, como circos, shows e parques, apesar do lugar ainda possuir chão de terra batida.

De acordo com a denúncia do frequentador do parque Luis Henrique Araujo (53), a situação fica cada vez pior e nada é feito pelo lugar.

"Desde quando conheci a Concha, em 2013, fiz muitas amizades - ainda que a quadra não fosse das melhores, com a superfície feita totalmente de asfalto e desnivelada - porém o objetivo de viver momentos lazer e brincadeiras eram atingidos. Continuei fortalecendo os grupos e as amizades, sempre frequentando a quadra, sem manutenção por parte da prefeitura ou de qualquer órgão público", lamenta.

Segundo Luiz, por diversas vezes eram os frequentadores quem faziam pequenos reparos no local "Os problemas sempre apareciam, a haste de sustentação do poste rompeu, compramos e instalamos por meios próprios uma nova, a rede se desgastou, novamente por iniciativa própria nos juntamos e compramos uma nova, sempre cuidando, preservando e fazendo a manutenção, sem auxílio da prefeitura. Por inúmeras vezes a instalação elétrica foi consertada por nós, apesar dos pedidos, a prefeitura realizou os serviços. Os estufamentos da superfície da quadra, tornaram-se rachaduras, posteriormente e o uso da quadra começou a se tornar perigoso para nós" contou Luiz.

A situação da região também acabou espantando os cadeirantes que ali treinavam. Por conta as grandes rachaduras e da falta de manutenção, segundo os frequentados, eles não conseguem se locomover corretamente no local, mesmo sendo apoiados pela prefeitura e concorrendo em rankings nacionais. Além disso, os moradores dos entornos já não conseguem mais utilizar a área de lazer do parque que, anteriormente era usada para passeios e brincadeiras com cães e crianças.

Procurada, a Prefeitura de Niterói informou que finaliza o projeto executivo para as obras que vão transformar a Concha Acústica em Parque Olímpico. O espaço terá, entre outros, duas piscinas cobertas, pista de corrida, ginásio, campo de futebol e quadras poliesportivas. O tradicional palco da Concha Acústica vai passar por um “retrofit” – em inglês, “atualizar o antigo”. A técnica se propõe a aperfeiçoar equipamentos sem que eles precisem ser demolidos, evitando que percam a sua essência, preservando sua história e revalorizando-o. Pelo projeto, serão construídas duas piscinas, ambas cobertas, duas quadras externas, uma de vôlei de areia e uma de tênis. O campo de futebol será de grama sintética e também poderá ser usado para receber shows. A previsão é a de que a obra esteja concluída no segundo semestre de 2020.

Os leitores de O FLUMINENSE podem enviar fotos junto com reclamações sobre seu bairro ou região para a coluna ‘Você faz a Notícia’, a seção de jornalismo participativo do jornal, através dos e-mails: [email protected] e [email protected] ou pelo WhatsApp OFlu (21) 99616-2307.

Scroll To Top