NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Petrobras assina acordo para viabilizar polo de gás natural no Comperj

Memorando de Entendimento foi firmado com empresa da Noruega

Acordo pode viabilizar a construção de um termelétrica no Comperj

Reprodução

A Petrobras informou que, em continuidade à Parceria Estratégica firmada em 18/12/2017, assinou nesta quarta-feira (9) com a Equinor ASA – Equinor, localizada em Oslo, Noruega, um Memorando de Entendimentos (“MOU”) focado no desenvolvimento conjunto de negócios voltados para a cadeia de valor do gás natural produzido a partir dos projetos em parceria.

Um dos principais objetivos do MOU é a maximização de valor no segmento de downstream de ambas as empresas, através de projetos de geração termelétrica a gás natural, bem como a realização de estudos de viabilidade sobre ativos de processamento de gás e escoamento de líquidos nas áreas do TECAB (Terminal de Cabiúnas em Macaé, RJ) e do COMPERJ (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro em Itaboraí, RJ), onde há uma unidade de processamento de gás natural (UPGN) em construção, ambos pertencentes à Petrobras. Esses locais têm potencial de se tornarem relevantes polos de gás natural no país nos próximos anos.

O MOU foi assinado no Rio de Janeiro pelo presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco e pelo CEO da Equinor, Eldar Saetre, com o propósito de confirmar a intenção das partes de combinar esforços em investimentos nos segmentos de gás natural, gás natural liquefeito (GNL) e geração elétrica e, embora tenha natureza não vinculante, indica a intenção das duas companhias em trabalhar conjuntamente para desenvolver projetos nesses segmentos.

Atualmente, a Petrobras e a Equinor são parceiras no campo de Roncador e nos blocos exploratórios BM-C-33, Dois Irmãos e C-M-709 dentre outros e a realização deste MOU reforça o relacionamento entre as partes, estando alinhada com o Plano de Negócios da Petrobras.

Scroll To Top