NITERÓI/RJ
Min:   Max:
Panorama RJ

Por dentro das Casas Legislativas do Estado do Rio de Janeiro, por Lucas Schuenck. [email protected]

No intervalo: o retorno da geral

A deputada Zeidan e o governador Witzel, que sancionou a volta da geral no intervalo do jogo desta quarta-feira

Divulgação

A torcida do Clube de Regatas do Flamengo, ainda em êxtase pela goleada aplicada no Grêmio pela semifinal da Taça Libertadores da América, nesta quarta (23), que garantiu a presença do rubro-negro carioca na final da competição, contra o River Plate, tem mais um motivo para comemorar. Isto porque o governador do Rio Wilson Witzel (PSC) sancionou, no intervalo da partida contra o time sulista, no Maracanã, um projeto de lei que permite a volta dos setores populares no estádio, a notória "geral".

A Lei 8.575/19 diz que o Poder Executivo está autorizado a criar estes espaços, foi publicada no Diário Oficial desta quinta (24) e é de autoria dos deputados estaduais Zeidan Lula (PT) e André Ceciliano (PT), que preside a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). A partir dela, o Governo do Rio está autorizado a retirar as cadeiras inferiores dos setores Norte e Sul, hoje existentes no estário Jornalista Mário Filho.

A medida ainda diz que ingressos terão seus preços definidos pelos próprios clubes, após estudo de viabilidade econômico-financeira e de condições de segurança. Segundo Ceciliano, o objetivo é democratizar o acesso aos jogos.

"A intenção é fazer com que as pessoas mais pobres vejam jogos no Maracanã, o que não vinha acontecendo. É um passo enorme para a democratização do esporte", explicou o presidente da Casa.

Zeidan, que é flamenguista e frequenta o estádio, considerou ter ganhado um presente duplo na noite de ontem. Ela comemorou a goleada e a assinatura do projeto que é coautora, com Witzel, no intervalo do jogo.

Flamengo em última instância

A sessão do Supremo Tribunal Federal (STF), que discutia as prisões em segunda instância, também se rendeu ao jogo que mobilizou o Brasil nesta quarta-feira (23). O ministro Marco Aurélio, ao ver que a hora do jogo se aproximava, sugeriu que seria melhor encerrar a sessão daquele dia. Questionado por jornalistas após sua solicitação, confessou. "À noite não podemos, porque eu tenho compromisso, terei que me ausentar. O Flamengo vai jogar a Libertadores", brincou.

Bolsonaro quer ir ao Chile

O passeio flamenguista chegou também ao Palácio do Planalto. O presidente Jair Bolsonaro (PSL), que participou de um evento na China, nesta quarta (23), admitiu que pretende ir ao Estádio Nacional de Chile, em Santiago, para acompanhar a final entre o Clube de Regatas do Flamengo contra o time argentino River Plate. Para que a final aconteça no país vizinho, entretanto, é necessário que os ânimos se acalmem por lá. Há a especulação de mudança de local, pelos recentes episódios de violência vividos no Chile.

Alerj vai a Cabo Frio nesta sexta

A tenda do consumidor da Alerj desembarca em Cabo Frio nesta sexta-feira (24)

A tenda do consumidor da Alerj desembarca em Cabo Frio nesta sexta-feira (24)

Divulgação/Alerj

A Comissão de Defesa do Consumidor (Codecon) da Alerj vai atender à população nesta sexta (25), em Cabo Frio, Região dos Lagos. Será instalada uma tenda na Praça Porto Rocha, no Centro, com serviços como reclamações de relação de consumo, queixas sobre a atuação de órgãos públicos, esclarecimentos de dúvidas, orientações jurídicas, entre outros. Os interessados podem comparecer ao local das 9h às 15h.

Novo presidente no PT-RJ

Joãozinho é o novo presidente do PT-RJ

Joãozinho é o novo presidente do PT-RJ

Divulgação

O diretório estadual do Rio de Janeiro do Partido dos Trabalhadores (PT) está sob nova presidência. João Maurício de Freitas, o Joãozinho, recebeu 80,5% dos votos (345), contra 19,5% (67) de Wadih Damous, no 7º Congresso Regional do PT. Ele sucede o ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá, e prometeu estimular movimentos e coletivos do partido.

Major Fabiana retorna à Câmara

A secretária estadual de Vitimização e Amparo à Pessoa com Deficiência, Major Fabiana, anunciou, por meio de seu perfil nas redes sociais, que entregou seu cargo no Governo do Rio para retomar suas atividades como deputada federal do PSL. Segundo a parlamentar, que em meio à crise de seu partido, se identifica com a ala Bolsonarista, sua decisão foi tomada para engrossar a base do presidente na Casa Legislativa. "Sei que o momento é de unirmos forças, bem como ressalto a sensibilidade do governador do Rio para a consolidação de políticas públicas na área de Vitimização, com a gratidão devida. Sou e serei eternamente leal à família Bolsonaro, e retorno nesta data para bem cumprir meu papel em apoiar todas as decisões de Jair Bolsonaro", diz trecho de sua postagem.

Cidadão Niteroiense

O deputado federal Aureo Ribeiro (SDD) recebeu, na noite desta quinta-feira (24), na Câmara Municipal de Niterói, o título de Cidadão Niteroiense. A entrega da honraria foi de iniciativa do vereador Leandro Portugal (PV).

Scroll To Top