NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Procon fiscaliza companhias aéreas para verificar preços das passagens para Lima

A autarquia quer saber os preços praticados antes e depois da cidade ser anunciada como sede da Libertadores

Fiscais do Procon-RJ verificam os preços das companhias aéreas no período da final da Libertadores, em Lima

Divulgação

Com a mudança da final da Copa Libertadores da América entre Flamengo e River Plate, que foi transferida de Santiago, no Chile, para Lima, no Peru, o Procon do Estado do Rio de Janeiro fez uma ação de fiscalização nas companhias aéreas. De acordo com a autarquia, reclamações apontam para um possível aumento abusivo de preços de bilhetes aéreos para Lima, em razão da partida. 

O Procon esclareceu que o mercado se autorregula pela Lei da Oferta e da Procura, pelos princípios da Lei das Liberdades Econômicas e o Código de Defesa do Consumidor, que a seu turno, permite o aumento de preços, havendo justa causa. No entanto, devido à imensa e inesperada procura para Lima, companhias estariam aproveitando para subir os valores das passagens. 

O Presidente do Procon-RJ, Cássio Coelho, determinou que o Departamento de Fiscalização verificasse junto às companhias aéreas as planilhas de preços. Os fiscais atuaram, nesta quinta-feira (7), no Aeroporto Internacional Tom Jobim, para verificar os preços das passagens para Lima. Eles conferiram os preços praticados pelas companhias para voos à capital do Peru na semana em que em ocorrerá a final da Libertadores da América.

O objetivo é verificar os preços das passagens para este período antes e depois de Lima ser anunciada como local em que o jogo irá acontecer. A fiscalização também vai comparar os preços das passagens nos dias da semana em que o jogo vai ocorrer (28) com dias anteriores.

“As companhias aéreas que alteraram os preços para a semana do jogo serão notificadas para apresentar esclarecimentos e um justo motivo para o aumento”, declarou Cássio Coelho.

 

Scroll To Top