Governador diz que vai cancelar mudanças nas barcas para Paquetá e Cocotá

Wilson Witzel e o deputado Dionísio Lins anunciaram o cancelamento das alterações nas barcas de Paquetá e Cocotá - Foto: Reprodução de vídeo

Cidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Em vídeo divulgado de uma reunião no Palácio Guanabara nesta sexta-feira (24), o governador Wilson Witzel anunciou que vai derrubar a mudança de horários das barcas que ligam a Praça XV e a Ilha de Paquetá, bem como a grade de Cocotá. A CCR Barcas, no entanto, esclareceu que apenas a grade atual de Cocotá será mantida. As reduções previstas para começar neste sábado nas linhas Paquetá e Arariboia vão continuar. A única mudança foi a inclusão de duas viagens extras para Paquetá nos fins de semana. 

No vídeo gravado com o presidente da Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa (Alerj), deputado Dionísio Lins (Progressista), Witzel disse que chegou a um acordo com a concessionária que administra o transporte aquaviário.

"Conversei com a CCR Barcas e existe um problema grave no contrato, que nós vamos resolver. Mas chegamos a um acordo e vamos manter o horário das barcas para Paquetá e Cocotá como é hoje", disse Witzel.

No final de semana, segundo o governador, as viagens da linha Paquetá ganharão uma embarcação a mais no período da tarde e da noite, seguindo os horários de 17h, 19h e 22h no trajeto Praça XV x Paquetá; e 18h30, 22h30 e 23h30 no trajeto Paquetá x Praça XV. Segundo o governador, a medida beneficia o turismo na região.

Em pronunciamento na sua conta oficial no Twitter, o governador reafirma que conversou com a CCR Barcas para chegar ao acordo. 

"Conversamos com a CCR Barcas para garantir a mobilidade dos moradores de Paquetá e Cocotá, na Ilha do Governador. O mais importante é assegurar que os moradores não tenham perda de qualidade de vida no que diz respeito às barcas. Para Cocotá, os horários permanecem os mesmos", publicou Witzel. 

O deputado Dionísio Lins, também em vídeo publicado em suas redes sociais, disse que o governador solicitou que a Procuradoria Geral do Estado vá ao Judiciário para cancelar as mudanças na programação.

Em contrapartida, a CCR Barcas informou que protocolou, nesta sexta-feira, um pedido de alteração na 6ª Vara de Fazenda Pública do Rio. Segundo a empresa, a redução das viagens para a linha Paquetá e Arariboia - esta última com intervalos alterados de 10 para 15 minutos nos horários de rush -, segue valendo e será implantada já a partir deste sábado (25). A única mudança na linha Paquetá é a inclusão de duas viagens extras nos fins de semana, entre 17h e 22h. Somente foi derrubada a alteração na linha Cocotá, que permanecerá com a grade antiga. 

A medida que altera os horários de partida das barcas foi autorizada pela 6ª Vara de Fazenda Pública. Desde que foi anunciada, a programação passou por adiamentos e por uma alteração, cancelando a parada que a embarcação com destino a Paquetá faria em Cocotá, inicialmente. A grade alternativa foi apresentada pela Secretaria de Estado de Transportes, substituindo a proposta pela CCR Barcas.

"A validade do atual pedido é de 30 dias, período em que as parte estabelecerão os prazos e condições para a celebração de um acordo que solucione todas as questões discutidas nas demandas que envolvam o contrato de concessão", esclareceu a CCR.