NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Teleatendimento sobre coronavírus recebe mais de 3 mil ligações no Rio

Serviço, que opera gratuitamente pelo número 160, se mostra importante para combater as fake news

Entre as perguntas mais frequentes, os sintomas, orientação sobre medicamentos e meios de prevenção da Covid-19 lideram a lista

Divulgação/Mauricio Bazilio

Lançado na segunda-feira (23) pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, o Sistema de Teleatendimento do Estado para Orientações sobre Coronavírus recebeu 3.365 ligações apenas nas primeiras 24h de funcionamento. O serviço estadual opera gratuitamente pelo número 160 com o objetivo de evitar que pacientes sem sinais de contaminação ou sem sintomas graves saiam de casa sem necessidade, se expondo ao vírus, e superlotem as unidades de saúde.

Entre as perguntas mais frequentes, os sintomas, orientação sobre medicamentos e meios de prevenção da Covid-19 lideram a lista. As ligações tiveram uma duração média de 5 minutos por atendimento.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos, o serviço será importante também para combater as fake news.

"Lançamos mais esse canal oficial para levar informação segura e correta à população diante dessa doença nova. Estamos disponíveis 24h por dia para que não haja dúvidas sobre como se prevenir e onde e quando buscar atendimento de emergência. Será mais uma força para reduzirmos o número de casos e evitarmos a superlotação das unidades de saúde", explica.

Apesar da marca alcançada, a expectativa é que central telefônica estadual triplique o número de ligações ainda esta semana, chegando a 10 mil por dia. A capacidade total será de 30 mil atendimentos diários. O serviço atua com 50 postos de trabalho, podendo chegar a cem e ampliando para a abertura de mais 54 postos em outras localidades.

Iniciativa da SES, a central conta com a parceria do Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado (Proderj), da Polícia Militar e do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE). Além deste canal, a população também pode esclarecer dúvidas nos sites oficiais da SES: www.coronavirus.rj.gov.br e www.saude.rj.gov.br.

Scroll To Top