NITERÓI/RJ
Min:   Max:

MP quer suspensão de reuniões na Baixada

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Duque de Caxias, recomendou ao prefeito de Duque de Caxias e aos representantes legais do Shopping Unigranrio, Feirão das Malhas e das Igrejas Universal e Assembleia de Deus, para que seja suspensa qualquer reunião presencial que gere aglomeração de pessoas, além das atividades dos estabelecimentos devido à pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e com as autoridades médicas que vêm orientando a população sobre a doença, a presença maciça de pessoas em um único espaço é uma das formas mais eficazes de disseminação do coronavírus.

Na recomendação, o MP solicita que a prefeitura utilize órgãos municipais, como a Guarda Municipal e a secretaria de Ordem Pública, para combate de aglomerações contraindicadas.

Scroll To Top