NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Líderes da Europa decidem fechar fronteiras por 30 dias

Bloco se reuniu por videoconferência e também discutiu proteção de suas economias

Líderes da União Europeia (UE) concordaram nesta terça-feira (17) em fechar as fronteiras da Europa por 30 dias para impedir a propagação do coronavírus, mas também em estabelecer vias rápidas nas divisas de seus países para manter a circulação de mercadorias, disseram os próprios líderes do bloco após uma videoconferência.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou em entrevista coletiva que caberia aos países europeus implementar o fechamento de suas fronteiras para cidadãos de países terceiros.

"O inimigo é o vírus e agora temos que fazer o possível para proteger nosso povo e proteger nossas economias", disse ela. "Estamos prontos para fazer tudo o que for necessário. Não hesitaremos em tomar medidas adicionais conforme a situação evoluir".

Espanha - O total de casos de coronavírus na Espanha ultrapassou 11 mil nesta terça-feira (17), e o número de mortes subiu para 491, informou o chefe do serviço de emergência de saúde do país.Segundo Fernando Simon, o número de casos subiu para 11.178 na terça-feira, ante um total anterior de 9.161 na segunda-feira(16).

Ações mais ousadas - Todos os países da Europa devem tomar as ações "mais ousadas" possíveis para tentar interromper ou retardar a epidemia da doença Covid-19, causada pelo novo coronavírus, disse nesta terça-feira (17) o diretor europeu da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em comentários depois de uma reunião online com representantes do Ministério da Saúde de toda a região, Hans Kluge, diretor regional da OMS para a Europa, afirmou estar "muito satisfeito" ao ver o Reino Unido intensificando as recomendações para o distanciamento social e instou todos os países a trabalharem juntos e aprenderem um com o outro.

"A Europa é o epicentro da primeira pandemia de coronavírus e todos os países, sem exceções, precisam tomar as ações mais ousadas para impedir ou retardar a disseminação do vírus", disse Kluge durante briefing online.

O Reino Unido endureceu sua abordagem ao surto na segunda-feira (16) com medidas para restringir a vida social na quinta maior economia do mundo e conselhos de autoisolamento para aqueles com mais de 70 anos que apresentem problemas de saúde subjacentes.

Scroll To Top