NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Com Gabigol, Tite convoca Seleção Brasileira para amistosos

Outras novidades foram o goleiro Santos, do Athletico-PR, o meio-campista Matheus Henrique, do Grêmio, e o lateral Renan Lodi, Atlético de Madrid

Tite convoca Seleção para amistosos

Lucas Figueiredo / CBF

Na manhã desta sexta-feira (20), o técnico Tite anunciou os 23 convocados para defender a Seleção Brasileira nos amistosos diante de Senegal e Nigéria, os dias 10 e 13 de outubro, respectivamente. Ambas as partidas serão acontecerão no Estádio Nacional de Singapura.

Um dos destaques da lista ficou por conta da presença de Gabigol, do Flamengo, atual artilheiro do Campeonato Brasileiro. Outro rubro-negro, Rodrigo Caio também foi convocado para compôr a defesa.

Outras novidades foram o goleiro Santos, do Athletico-PR, o meio-campista Matheus Henrique, do Grêmio, e o lateral Renan Lodi, atualmente defendendo o Atlético de Madrid. Camisa 10 da equipe, Neymar voltou a ser convocado.

Confira a lista completa

GOLEIROS: Ederson (Manchester City), Santos (Athletico-PR), Weverton (Palmeiras)

LATERAIS: Daniel Alves (São Paulo), Danilo (Juventus), Alex Sandro (Juventus), Renan Lodi (Atlético de Madrid)

DEFENSORES: Éder Militão (Real Madrid), Marquinhos (Paris Saint-Germain), Rodrigo Caio (Flamengo), Thiago Silva (Paris Saint-Germain)

MEIO-CAMPISTAS: Arthur (Barcelona), Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Lucas Paquetá (Flamengo), Matheus Henrique (Grêmio), Philippe Coutinho (Bayern de Munique)

ATACANTES: Éverton (Grêmio), Firmino (Liverpool), Gabriel Barbosa (Flamengo), Neymar (Paris Saint-Germain), Richarlison (Everton) e Gabriel Jesus (Manchester City)

Tite justifica convocação de dupla do Fla: "é a busca do bom senso"

Nesta sexta-feira, o técnico Tite convocou a Seleção Brasileira para os amistosos diante de Senegal e Nigéria, nos dias 10 e 13 de outubro, respectivamente. E o que chamou a atenção na lista foi a presença de dois jogadores do Flamengo: Gabigol e Rodrigo Caio.

A surpresa se dá pois a expectativa era a de que o comandante optasse por apenas um jogador por equipe, a fim de não prejudicar os clubes sobretudo na disputa do Campeonato Brasileiro. Na entrevista coletiva, porém, Tite explicou a sua escolha.

"É desafiador ter bom senso. Eu procuro na minha vida profissional olhar os diferentes lados das situações para que todos possam ganhar. Nesse momento está a Seleção, estão clubes e estão atletas. O presidente Landim nos conhece muito bem, conhece o trabalho e nos acompanha. E sabe o quanto que a gente tem de cuidado quanto isso. Conciliar todos os fatores nesse ganha-ganha não dá, é impossível. Eu vi manifestação do Gabriel Barbosa de quanto teria de orgulho estar na seleção brasileira. Agora é o período de preparação, agora vai chegar período de Eliminatórias, Copa do Mundo e Copa América. Para formar essa equipe final, tenho que oportunizar", disse.

Além disso, o técnico voltou a falar em bom-senso, e citou que as escolhas passam inclusive por um sentimento de paz consigo mesmo.

"Essa é a busca do bom senso, da equidade. E vou dizer mais: é a busca da minha busca pela paz na hora de colocar a cabeça no travesseiro para dormir", completou.

A Seleção Brasileira enfrenta Senegal, no dia 10 de outubro, e Nigéria, no dia 13 de outubro. As duas partidas acontecem no Estádio Nacional de Singapura. A apresentação dos atletas está marcada para o dia 7.

Scroll To Top