NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Reforços de peso à espera da decisão

Arrascaeta e Rafinha treinam e alimentam esperança de enfrentar o Grêmio na quarta-feira

Rafinha treinou na manhã desta segunda-feira no Ninho do Urubu e mostrou desenvoltura, mesmo após fratura

Alexandre Vidal/Flamengo

A torcida do Flamengo teve uma excelente notícia nesta segunda-feira. O meia Arrascaeta e o lateral-direita Rafinha estiveram em campo para um treino fechado à imprensa no Ninho do Urubu. Eles realizaram alguns movimentos no campo e, ao que tudo indica, serão relacionados para o duelo contra o Grêmio, nesta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, pela partida de volta das semifinais da Libertadores. O departamento médico rubro-negro não quis dar pistas sobre as condições atuais dos jogadores, mas, ao que tudo indica, a dupla deverá começar o confronto no banco de reservas e não será surpresa se Rafinha iniciar o jogo como titular, já que tem melhores condições clínicas.

Arrascaeta passou por uma artroscopia no joelho para correção de problema no ligamento colateral medial e do menisco medial 17 dias atrás, e hoje é quem inspira mais cuidados do departamento médico. Já Rafinha passou por uma cirurgia para correção de fratura no aro zigomático, o osso da bochecha, há uma semana. O atleta está se recuperando bem e o inchaço da lesão já diminuiu bastante.

De qualquer forma, o técnico Jorge Jesus esconderá a escalação para o duelo até momentos antes da partida. O objetivo - que não é novidade para o treinador - é dificultar uma análise maior por parte do técnico Renato Gaúcho sobre sua equipe. Nas semifinais da Copa do Brasil, contra o Internacional, o Mister lançou Gabigol no duelo quando todos esperavam que ele fosse vetado do confronto, já que ele estaria supostamente lesionado.

Tanto Rafinha quanto Arrascaeta seguem fazendo tratamento intensivo e paralelo aos treinamentos e nesta terça-feira a tendência é que a dupla participe de alguma movimentação na equipe que iniciará o confronto de quarta-feira.

Estratégia - O Flamengo venceu o clássico diante do Fluminense por 2 a 0, neste domingo, no Maracanã. A equipe de Jorge Jesus teve amplo domínio do jogo e partiu para cima do adversário desde o primeiro minuto. A princípio, parecia que a equipe não estava pensando em se poupar visando à disputa com o Grêmio por uma vaga na final da Libertadores, além de estar em campo praticamente com sua força máxima.

Após o confronto, o técnico português revelou que a estratégia empregada não foi bem assim, e que o duelo da próxima quarta-feira no Maracanã foi considerado quando elaborou o planejamento para o Fla-Flu.

"O objetivo era vencer. Nos primeiros 45 minutos, o placar deveria ser diferente, mas o futebol é assim. Depois do 2 a 0, a equipe segurou o resultado, pensou um pouquinho no jogo de quarta, com as mudanças que fiz", disse o treinador, em sua entrevista coletiva após a partida.

 

Scroll To Top