No mesmo dia, há 38 anos, Flamengo conquistava a Liberta

Zico foi um dos destaques rubro-negros na conquista da Libertadores em 1981 - Foto: Divulgação

Esportes
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Como manda o destino e a semelhança no calendário, era exatamente no dia 23 de novembro, mas no ano de 1981, que o Flamengo se consagrava campeão da América após vencer o Cobreloa, do Chile, por 2 a 0 no Uruguai. Entre semelhanças e assimetrias, o Flamengo vai a campo neste sábado (23) para mais uma final da Libertadores, desta vez contra o River Plate, em Lima. 

Naquele ano e com um elenco composto pelo memorável e aclamado Zico, além de nomes como Mozer, Adílio, Raul, Leandro, Figueiredo, Tita, Júnior, Andrade, Nunes e Baroninho, a final foi disputada em três jogos, sendo o jogo de ida com o mando de campo do Flamengo no Maracanã, o jogo de volta com mando do Cobreloa no Uruguai, e o terceiro jogo, realizado também no Uruguai como um jogo de desempate. 

Na primeira partida, o Rubro-Negro conseguiu a vantagem no placar de 2 a 1, com um gol de Zico aos 12 minutos e logo após, aos 30 minutos o capitão ampliou e marcou o segundo de pênalti. O que o Flamengo não contava era que o time chileno marcasse um gol de pênalti no segundo tempo do confronto e acabasse com a vantagem flamenguista, conseguindo um placar de 1 a 0 no segundo jogo, deixando tudo igual para o duelo de desempate. 

Três dias após, o terceiro e último jogo marcou a vida do clube e do torcedor rubro-negro com dois gols de Zico para concretizar o título da América. Desta vez, o elenco atual tenta repetir a dose e novamente conquistar a tão sonhada libertadores após 38 anos. 

O que não se pode imaginar é que as assimetrias sejam tão grandes como as semelhanças. Enquanto o Flamengo disputava a final da Libertadores de 1981, nenhum jogador do elenco atual do Flamengo havia nascido. Todos os atletas têm a idade inferior aos 38 anos. 

Outro fato curioso é que o atual técnico do Flamengo jogava sua primeira temporada em Portugal, aos 27 anos, e já se encaminhava para exercer o papel de treinador, algo que aconteceu oito anos depois.