NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Botafogo se afasta do Z-4 e rebaixa a Chape

Jogadores comemoram o gol que garantiu a vitória do Alvinegro nesta quarta

Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo se aproximou da permanência na Série A ao vencer por 1 a 0 a Chapecoense, nesta quarta-feira, na Arena Condá. Com o resultado, os alvinegros chegaram a 42 pontos e se afastaram da zona de rebaixamento. Já os catarinenses, com 29, estão matematicamente rebaixados para a Série B do Brasileirão.

Após um primeiro tempo fraco tecnicamente, o Botafogo aproveitou os espaços dados pela Chapecoense para marcar na etapa final, com Rhuan.

Na próxima rodada, o Botafogo recebe o Internacional, no Nilton Santos, neste sábado. Já a Chapecoense volta a campo no domingo, contra o Santos, na Vila Belmiro.

O jogo - A Chapecoense começou melhor a partida. Mesmo tendo menos posse de bola, os donos da casa eram mais objetivos, mas não levaram perigo ao goleiro Gatito Fernández.

O Botafogo tinha dificuldade em criar boas jogadas e só passou a ser dominante na partida após os 30 minutos. No entanto, assim como os catarinense, os alvinegros também não chegaram a assustar João Ricardo.

No segundo tempo, a Chapecoense voltou melhor e quase abriu o placar com um minuto. Após cruzamento, Roberto e Gabriel dividiram de cabeça e a bola foi na trave.

O susto fez o Botafogo acordar no jogo. Tanto que rapidamente os alvinegros aproveitaram os espaços para marcar na Arena Condá. João Paulo deu belo passe para Rhuan na área. O atacante só teve o trabalho de tocar na saída de João Ricardo.

O revés não mudou a postura da Chape, que seguiu com a vocação ofensiva. Os donos da casa quase empataram aos 15 minutos, quando Eduardo pegou rebote e chutou de fora da área com perigo. Depois, foi a vez de Everaldo receber passe na área, mas chutar pela linha de fundo.

A partir dai, a Chapecoense dominou inteiramente as ações da partida. No entanto, os donos da casa permaneciam tendo dificuldade em passar pela marcação do Botafogo.

Nos minutos finais, os catarinenses sentiram o abatimento pelo rebaixamento iminente e diminuíram o ritmo. Com isso, o Botafogo passou a administrar o resultado com a posse de bola no setor ofensivo para garantir os três pontos.

Reforço - O meia Jeferson Carneiro, destaque na conquista do título da Segundona Paulista, deverá assinar contrato de um ano com o Botafogo, que venceu concorrência do Fortaleza. O anúncio oficial deve acontecer apenas após a participação do time no Brasileirão. O clube alvinegro ficará com 60% dos direitos do atleta, que permanecerá com o restante.

Scroll To Top