NITERÓI/RJ
Min:   Max:
Alberto Brizola

Por dentro da política fluminense com Alberto Brizola [email protected] / Lucas Schuenck [email protected]

"Temos que aguardar as cenas dos próximos episódios", diz líder de governo sobre racha com PSL

Márcio Pacheco (PSC) afirmou que ainda não foi comunicado oficialmente sobre a saída do PSL da base de Witzel

Márcio Pacheco (PSC), líder do governo na Alerj, discursa ao lado de Dr. Serginho, líder do PSL na Casa Legislativa, em evento que marcou o lançamento de sua pré-candidatura a prefeitura de Cabo Frio

Douglas Macedo

Um dia após a bancada do Partido Social Liberal (PSL) na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) anunciar o seu desligamento da base de governo de Wilson Witzel (PSC), o deputado estadual Márcio Pacheco (PSC), líder do governo na Casa Legislativa, afirmou que existe a expectativa de reversão do racha. O parlamentar revelou que tomou conhecimento da decisão pela imprensa e, até o momento, não houve qualquer tipo de comunicação formal por parte do partido de Bolsonaro sobre a decisão de abandonar o governo.

PSL racha com governo de Witzel no Rio.

"Eu recebi estas informações por uma nota divulgada pelo deputado Dr. Serginho na mídia. Não houve informe específico ou formal por parte da bancada do PSL. É prematuro dizer algo, porque hoje não houve nenhuma manifestação específica. Os membros do PSL não se manifestaram em plenário. Não houve nenhuma iniciativa que tenha promovido este efeito (de ruptura com o governo) na prática", declarou Pacheco, em entrevista a O FLUMINENSE.

Pacheco acredita, apesar da emissão da nota por parte da bancada estadual no Legislativo e pela determinação do diretório estadual do partido - por meio do senador Flávio Bolsonaro (PSL) - de se afastar de Witzel, que o diálogo resolverá o impasse entre as siglas, que lutaram juntas no pleito de 2018. O líder do governo na Alerj acha que, neste caso, o tempo pode ser um dos remédios.

"Todos em sua maioria ainda acham que é possível buscar o diálogo. O PSL é da base do governo, caminhamos juntos. Tudo pode ser resolvido no diálogo. Temos que aguardar mais um pouco. O governador chegou ontem de viagem, eu ainda vou estar com ele. Hoje temos o vice-líder de governo, Alexandre Knoploch (PSL), e ele não informou formalmente sua saída. Estamos aguardando para entender qual será o cenário", explicou Pacheco.

Pacheco também avalia que, caso se concretize, a saída do PSL da base do governo será uma perda para a situação. Particularmente, o deputado é bem próximo do PSL, tendo participado, inclusive, do lançamento do diretório municipal do partido de Bolsonaro em Cabo Frio, na Região dos Lagos Fluminense, em agosto deste ano. Na oportunidade, Pacheco apoiou o lançamento da pré-candidatura de Dr. Serginho (líder do PSL na Alerj, que anunciou o racha com o governo ontem) ao Executivo municipal para as eleições de 2020. 

"Na assembleia, eu diria que não nos interessa a perda na base de governo de uma bancada tão robusta. Obviamente não é interessante que eu defenda algo assim. Vamos nos acomodar respeitando as decisões partidárias, faz parte do jogo da política. Eu estive em Cabo Frio como PSC, apoiando o lançamento do diretório do PSL lá, mostrando que sempre houve convergência. Como na política tudo muda muito rapidamente, temos que aguardar as cenas dos próximos episódios", disse o líder de Witzel na Alerj.

Ruptura

Na última segunda (16) Dr. Serginho (PSL), líder do partido na Alerj, anunciou, por meio de nota, após reunião dos deputados do partido, o desligamento da legenda na base de Witzel. Segundo nota divulgada à imprensa, a determinação foi do senador Flávio Bolsonaro (PSL), presidente do diretório estadual do partido.

"A bancada do PSL na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), por orientação do senador Flávio Bolsonaro, presidente estadual do PSL-RJ, não está na base do governo na Alerj a partir desta segunda-feira (16/09), por discordar de posicionamentos políticos do governador. Os 12 deputados do partido reiteram o compromisso com o Estado do Rio de Janeiro", diz a íntegra da nota.

Homenagem a liberdade religiosa

A deputada estadual Mônica Francisco (Psol) entrega o Diploma Abdias Nascimento para o nigeriano Owolabi Awodotun Aworeni, Arabá¡-Agbaye & Olu Isese

A deputada estadual Mônica Francisco (Psol) entrega o Diploma Abdias Nascimento para o nigeriano Owolabi Awodotun Aworeni, Arabá¡-Agbaye & Olu Isese

Divulgação/Alerj

A autoridade máxima do culto Ifá, Owolabi Awodotun Aworeni, Arabá-Agbaye & Olu Isese foi homenageada, com o Diploma Abdias Nascimento, na última segunda (16), no prédio anexo do Palácio Tiradentes. O Arabá, nigeriano, é um reconhecido defensor de Direitos Humanos e das liberdades religiosas individuais. O culto de Ifá tem praticantes em todo o mundo. A iniciativa foi da deputada estadual Mônica Francisco (Psol).

STF de olho em Saquarema

Uma decisão publicada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça (17) determina que Manoela Peres (PTN), prefeita de Saquarema, exonere sete parentes que ocupam cargos públicos na prefeitura. Segundo a Suprema Corte brasileira, a prática é considerada como nepotismo, na resolução deferida na última quinta-feira (12), pelo ministro Edson Fachin. A denúncia foi realizada pelo advogado Ronan Gomes, que entrou com a solicitação na última instância, pedindo a anulação das portarias que nomearam parentes de Peres e de seu marido, o ex-prefeito Antonio Peres Alves.

Sindicato define pauta

Rodoviários de Niterói, São Gonçalo, Maricá, Itaboraí e Tanguá definem, nesta quarta (18), a pauta de reivindicações da categoria, que será apresentada pelo Sintronac ao sindicato patronal, na abertura das negociações da campanha salarial.

Transformação

"Além de oferecer entretenimento para os nossos jovens em um dos maiores festivais do mundo, nosso objetivo foi incentivá-los a colocar suas ideias no papel sobre como transformar o nosso Estado em um lugar melhor para todos", destacou o secretário de Educação, Pedro Fernandes.

Rede pública no Rock in Rio

Cerca de 100 alunos da rede pública estadual receberão um par de ingressos para o Rock in Rio 2019. Os jovens foram escolhidos no concurso de redação "Todos Juntos por um Rio Melhor", uma iniciativa da Secretaria de Estado de Educação, em parceria com os organizadores do festival. Os colégios participantes foram selecionados pela organização do Rock in Rio e estão localizados nas regiões onde nasceram ou foram criados os artistas que se apresentarão no Espaço Favela.

Semana nacional do Trânsito

O Detran.RJ prepara uma série de ações para a Semana Nacional do Trânsito, que acontece entre 18 e 25 de setembro. A programação da campanha neste ano, cujo tema é "No trânsito, o sentido é a vida", começa nesta quarta-feira, com o lançamento da terceira edição do "Dossiê Trânsito 2019" que, segundo Marcelo Bertolucci, presidente do Detran, reúne importantes dados.

Dossiê

"A programação especial da Semana Nacional do Trânsito começa com o lançamento do Dossiê Trânsito, que reúne dados importantes sobre acidentes e infrações, que podem orientar ações educativas e políticas públicas de prevenção. Com a SNT, também queremos levar mais consciência a todos os atores do trânsito", disse Bertolucci.

PRA VOCÊ PENSAR

"Faça a dieta da alegria: um sorriso a cada manhã e um agradecimento ao final do dia. Seja você o seu maior compromisso"

Autor desconhecido

A cidade mais inteligente do Rio

A cidade de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, foi classificada como a 12ª cidade mais inteligente do Brasil e a melhor do Estado do Rio de Janeiro. O resultado foi publicado pela 5ª edição do Connected Smart Cities, lançada nesta terça-feira (17), em São Paulo. A primeira colocação ficou com a cidade de Campinas, em São Paulo, que foi seguida pela capital paulista e por Curitiba, no Paraná, respectivamente. O levantamento, realizado pela Urban Systems, mapeia todas as cidades com mais de 50 mil habitantes (666 municípios brasileiros) com o objetivo de definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento do país. O ranking é composto por indicadores de 11 principais eixos: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia. Niterói também garantiu bom desempenho no quesito Meio Ambiente (3º lugar), Saúde (6º) e Segurança (15º). Já a cidade do Rio de Janeiro garantiu o primeiro lugar no quesito empreendedorismo.

Scroll To Top