NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Pronto socorro de SG ganha mais obras

Desde o início do ano, mais de 136,2 mil pacientes foram atendidos na unidade

Pronto Socorro de São Gonçalo

Divulgação

São Gonçalo completa 129 anos de emancipação político-administrativa neste domingo (22) com o pronto socorro central reestruturado. Nos últimos meses, a unidade recebeu uma série de intervenções que visa garantir um atendimento ainda mais rápido, eficaz e humanizado à população. O Instituto de Desenvolvimento Educacional, Social, da Saúde e Profissional (Idesp), que administra a única unidade de urgência e emergência do município que funciona no regime "porta aberta", contabiliza este ano (até agosto) a marca de 136.216 pacientes atendimentos neste período. Paralelamente, foram realizados 221.872 exames de sangue, urina e fezes; 5.789 tomografias computadorizadas; 44.082 raio x de cabeça, tronco ou membros; 16.282 endoscopias digestivas e 16.833 eletrocardiogramas.

Neste momento, a unidade está recebendo obras em mais uma sala do centro cirúrgico, no CTI e fachada. Depois de reativar a terceira sala, o Idesp está reformando totalmente a primeira sala de cirurgia. O local ganhou nova pintura, reestruturação nas redes de luz e oxigênio e vai receber novo piso. O CTI ganhou pintura e móveis, enquanto a fachada do PSC está sendo revitalizada para garantir também maior conforto aos acompanhantes. O telhado do pronto socorro também está recebendo obras para corrigir imperfeições que causavam alguns vazamentos.

“Nos últimos meses realizamos uma série de ações para melhorar o fluxo de pacientes e consequentemente o atendimento, Nosso cronograma de obras continua, conforme determina o nosso contrato e compromisso em oferecer o melhor aos gonçalenses. Conseguimos ganhar a confiança da população que hoje elogia o atendimento. Vamos avançar ainda mais”, garante os diretores do Idesp.

Desde que assumiu o pronto socorro, há 1 ano e quatro meses, o Instituto realizou na área de infraestrutura, entre outras ações, obras de reforma nas enfermarias de clínica médica, ortopedia, coronariana e de curta permanência; construção de uma nova capela mortuária; conserto do elevador; construção de três consultórios médicos e de outros três para classificação de risco; intervenção no setor de raio x, com remodelação total do setor; higienização das caixas de água e cisterna; instalação de novos bebedouros e extintores de incêndio; e manutenção corretiva em toda as redes elétrica, hidráulica e de oxigênio. Quinzenalmente, a unidade recebe higienização nas áreas internas e externas.

Nas áreas administrativa e funcional, o Idesp contratou pessoal através de regime CLT (carteira assinada) e PJ para os médicos; aquisição mensal de insumos e medicamentos; aquisição de novas camas, biombos, raio x portátil, ambulância, material cirúrgico; e equipamentos para a enfermaria coronariana.

A cobradora de ônibus Marlene Gomes da Silveira, de 38 anos, procurou a unidade de saúde após levar um tombo indo para o trabalho, Depois de fazer sua ficha de atendimento, passar pela classificação de risco, ser avaliada pelo médico, fazer os exames e ser medicada, ela elogiou todo o atendimento. "Em primeiro lugar quero elogiar a organização e a limpeza. Há muito tempo não vinha no pronto socorro. Está tudo mudado. E para melhor. É isso que a população precisa: chegar aqui e ser atendida com dignidade. Encontrar o médico, ter o remédio para tomar. Dou nota 10",;

Periodicamente, o Idesp presta contas, através de um gráfico, com todos os gastos com pessoal, medicamentos, insumos e obras de infraestrutura ao Conselho Municipal de Saúde e a outros órgãos fiscalizadores.

Scroll To Top