27
Ter, Out

Pandemia mantém bola murcha

Ainda sem respostas sobre o retorno das competições, clubes lutam para manter as finanças em dia - Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Futebol
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Sofrendo impacto direto com a pandemia do novo coronavírus, os clubes cariocas têm se virado para sobreviver durante a nova realidade que atingiu todo o planeta e se agravou no início deste ano. Ainda sem respostas de um futuro próximo para o futebol carioca e brasileiro, as equipes do Rio lutam para manter suas finanças em dia sem explodir seus cofres.

O Flamengo, por exemplo, andou ensaiando um retorno às atividades e o elenco profissional chegou a voltar ao Centro de Treinamento George Helal na última segunda-feira (18) para realizar exames e avaliações físicas. Respeitando o protocolo acordado com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), o Rubro-Negro disse que está mantendo a segurança e testará periodicamente atletas e colaboradores envolvidos no cotidiano da modalidade no Ninho do Urubu.

Ainda segundo o clube, todas as atividades realizadas seguem as medidas de higiene e distanciamento. Além disso, uma série de testes para covid-19 tem sido realizadas. Resultados positivos apareceram durante as testagens.

Mesmo assim, o time de Jorge Jesus chegou a ser flagrado por um drone na última semana realizando atividades com bola em seu CT. Após esse flagrante, na última sexta-feira (22) jogadores do elenco flamenguista realizaram postagens em suas contas oficiais no instagram comemorando a volta aos treinamentos e agradecendo por toda a estrutura e preocupação do clube em relação a uma volta responsável às atividades no Ninho do Urubu.

Apesar desse retorno, por conta da proibição do prefeito Marcello Crivella, dirigentes do time da Gávea e do Vasco se reuniram em Brasília com o presidente Jair Bolsonaro para tentar viabilizar o treinamento das duas equipes no Mané Garrincha, na capital, já que a empresa que administra o estádio disponibilizou o local.

Essa seria uma forma de, tanto o Flamengo quanto o Vasco, conseguirem voltar às suas atividades interrompidas pela pandemia do coronavírus. Esse desejo que envolve o Cruz-Maltino se dá por conta dos problemas financeiros no clube que pioraram com a paralisação do futebol pela pandemia. O goleiro Fernando Miguel afirmou, inclusive, que o elenco está afetado pelo atraso de salários. Na parte financeira, apenas alguns jogadores receberam o pagamento de janeiro. O restante só recebeu até dezembro de 2019. O elenco do time de São Januário segue com os treinos virtuais, sem data para retomar as atividades presenciais.

Com pensamento diferente de Flamengo e Vasco, o Botafogo criticou a atitude dos rivais de buscarem o retorno às atividades. Segundo Carlos Augusto Montenegro, atual membro do Comitê Gestor do clube, não é o momento dos clubes pensarem em uma volta dos treinos presenciais. O dirigente afirmou que o panorama carioca não justifica uma possível abertura para os jogadores. Ele ainda revelou que falou com o presidente Nelson Mufarrej para que o Botafogo não participe do retorno do Cariocão antes da liberação por parte das autoridades. O elenco do Alvinegro segue com os treinos virtuais, sem data para a retomada das atividades no Nilton Santos.

Com a mesma linha de pensamento do Botafogo, o Fluminense segue com a conduta de trabalhar apenas de forma virtual neste momento. O presidente Mário Bittencourt ressaltou que o elenco só irá se reapresentar após a liberação das atividades por parte das autoridades.

O clube das Laranjeiras chegou a emitir uma nota oficial em seu site para dizer que os treinamentos virtuais do elenco profissional de futebol do clube foram estendidos até o dia 31 de maio.

O departamento de futebol entendeu que ainda não é momento para a retomada das atividades presenciais, visando a segurança dos atletas e evitando possíveis contágios do novo coronavírus. Os jogadores seguirão se exercitando de casa, com auxílio dos preparadores físicos e da comissão técnica por vídeo.

Futebol de volta no exterior - Vivendo uma realidade diferente do Brasil, alguns torcedores da Europa já sentiram o gostinho da volta dos jogos. Na Alemanha, os fãs puderam celebrar o retorno controlado do futebol local no último fim de semana. Com muita organização e procedimento de testes, as equipes voltaram a competir com bola pela Bundesliga. E a retomada do torneio começou pegando fogo com um grande clássico local e uma goleada assombrosa de 4 x 0 do Borussia Dortmund sobre a equipe do Schalke-04.

Além da volta do futebol do nosso algoz do 7 x 1, outras equipes europeias já retornaram aos treinos visando a volta de suas ligas. Na Espanha, por exemplo, o torneio nacional deve retomar as atividades no dia 16 de junho.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.