11
Ter, Ago

Fluminense segura empate com Botafogo e avança à final da Taça Rio

O empate era um resultado favorável ao Tricolor - Foto; Lucas Merçon / FFC

Futebol
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Fluminense aproveitou a vantagem e se classificou para a final da Taça Rio. Neste domingo, os tricolores empataram por 0 a 0 com o Botafogo, no Nilton Santos.

O Fluminense teve uma boa atuação no primeiro tempo. No entanto, viu o Botafogo crescer na etapa final. Os tricolores seguiram com problemas no setor ofensivo e pouco incomodaram a zaga alvinegra. DO outro lado, os alvinegros chegaram a acertar a trave de Muriel com Bruno Nazário.

Na final da Taça Rio, o adversário será o Flamengo, nesta quarta-feira. O fluminense precisa conquistar o segundo turno para estar na decisão do Campeonato Carioca.

O jogo - A partida começou em ritmo acelerado. O Fluminense pressionou e quase abriu o placar aos quatro minutos. Após cobrança de escanteio, Nino cabeceou muito próximo ao gol de Gatito Fernández.

O Botafogo acordou após o susto e quase marcou aos dez minutos. Luiz Fernando Fernando cruzou rasteiro e a bola chegou em Luís Henrique. O garoto chutou perto do gol de Muriel.

A partir dai, os alvinegros passaram a chegar com mais facilidade. O Botafogo teve boa chance aos 17 minutos, quando Pedro Raul recebeu lançamento e chutou para grande defesa de Muriel. Depois, o atacante aproveitou passe de Honda e cabeceou para mais uma defesa do goleiro tricolor.

O Fluminense não deixou o adversário dominar o clássico, mas tinha dificuldade em criar boas chances de gol. Os tricolores só assustaram em cobrança de falta de Nenê. No entanto, nenhuma das equipes foi capaz de marcar e a partida seguiu empatada até o intervalo.

No segundo tempo, o clássico iniciou equilibrado. O Fluminense tinha mais posse de bola, mas o Botafogo que assustou pela primeira vez, aos oito minutos, em chute de Pedro Raul. Os tricolores responderam com Fred, que finalizou pela linha de fundo.

A partida seguia equilibrada, mas sem muitas chances de gol. O Botafogo era mais objetivo e quase marcou aos 28 minutos. Honda achou Bruno Nazário na área e o meia acertou a trave de Muriel.

Na parte final, o Botafogo tentou esboçar uma pressão, mas deixou espaço para o Fluminense. Os tricolores chegaram a assustar, em cabeceio de Evanílson. Mesmo assim, a equipe comandada por Odair Hellmann conseguiu segurar a classificação para a final da Taça Rio.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.