19
Sáb, Set

Times começam a se reapresentar para sequência do Brasileiro Feminino

Metade das equipes já voltou a treinar ou conclui testes de covid-19 - Foto: Divulgação

Futebol
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

As equipes da primeira divisão (Série A1) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino vão retornando gradativamente aos treinos, após quase cinco meses de paralisação devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A competição recomeça no próximo dia 26 de agosto, com três jogos, para conclusão da quinta rodada.

Alguns times concluem a fase de exames da covid-19. Atual campeã e líder do Brasileiro antes da paralisação, a Ferroviária anunciou nesta terça-feira (4) que, dos 37 testes feitos, entre jogadoras e comissão técnica, duas atletas deram positivo e cumprirão quarentena monitoradas pelo departamento médico do clube de Araraquara (SP). As demais estão liberadas para retomar os treinos. Ainda nesta quarta, elenco e comissão de Santos e São Paulo se reapresentaram para realização dos testes.

Já na segunda-feira (3), foi a vez do grupo de o Cruzeiro ser submetido aos exames da covid-19. “Nesse primeiro momento, definimos algumas situações, como a realização de treinos na Toca da Raposa 1 e a determinação de que todas as atletas passarão a residir no alojamento, mesmo aquelas que possuem residência própria”, declarou a coordenadora de futebol feminino do clube, Bárbara Fonseca, ao site oficial do time mineiro.

Outros clubes já estão na segunda semana de treinos. Casos de Flamengo (voltou no último dia 30), Palmeiras, Corinthians (dia 29) e Internacional (dia 28). A retomada teve que seguir protocolos rigorosos, com distanciamento social e uso de máscaras fora das atividades físicas. Atletas, comissão técnica e funcionários das equipes têm as temperaturas aferidas antes de os trabalhos iniciarem e respondem questionários sobre eventuais sintomas.

“As atletas se apresentaram muito bem, acima do esperado. Mesmo sabendo de todo o profissionalismo que elas têm, além do cuidado e recomendação que tiveram, quatro meses de trabalhos em casa sempre fazem a diferença e, pelos testes físicos e pelos ritmos dos treinos, foi tudo muito positivo”, avaliou o técnico do Corinthians, Arthur Elias, em depoimento ao site oficial do Timão.

Já Minas Brasília e Avaí/Kindermann vão para a terceira semana de atividades. A equipe do Distrito Federal retomou os treinos em 18 de julho, no dia seguinte ao grupo passar pelos testes do novo coronavírus. De acordo com o clube brasiliense, 100% dos exames deram negativo para o vírus.

Há equipes, porém, que ainda não conseguiram voltar ao trabalho presencial. O Grêmio treina e manda os jogos em Gravataí (RS), na região metropolitana de Porto Alegre. Por ora, o município não está autorizando as atividades. A cidade está na fase de “risco alto” de contágio pela covid-19, segundo o modelo de distanciamento controlado estabelecido pelo governo gaúcho. Enquanto isso, o grupo gremista treina de forma remota.

O Iranduba, por sua vez, sofre com uma forte crise financeira e perdeu atletas na paralisação do Brasileiro. O clube de Manaus afirma que a patrocinadora master, a empresa britânica Vegan Nation, não honrou os compromissos financeiros e o caso está na justiça. O time, inclusive, faz uma campanha on-line de financiamento coletivo para ajudar a pagar as despesas com o grupo. Cerca de 15 jogadoras seguem no elenco. Não há previsão de um retorno aos treinos in loco.

Jogos das próximas rodadas do Brasileiro Feminino
5ª rodada (partidas restantes)

26/08

16h - Santos x Audax

19h30 - Internacional x Flamengo

19h30 - Corinthians x Ferroviária

6ª rodada

29/08

15h - Ponte Preta x Palmeiras

17h - Cruzeiro x Grêmio

30/08

14h - São Paulo x Minas Brasília

15h - Audax x São José

15h - Ferroviária x Internacional

15h - Vitória x Iranduba

15h - Avaí/Kindermann x Santos

31/08

19h - Flamengo x Corinthians

 

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.