26
Seg, Out

Mário Bittencourt confirma possível venda de jogadores para pagar dívidas

O presidente admitiu que o lateral-direito Gilberto, negociado com o Benfica, de Portugal, não deverá ser o único a sair - Foto: Lucas Merçon / FFC

Futebol
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Fluminense tem convivido com os problemas financeiros, mas vem buscando recursos para diminuir a dívida com o elenco. Com a queda de receita por causa da pandemia de covid-19, os tricolores devem se desfazer de alguns jogadores. O presidente Mário Bittencourt admitiu que o lateral-direito Gilberto, negociado com o Benfica, de Portugal, não deverá ser o único a sair, dependendo da proposta.

"Com a pandemia, ainda estamos pisando em ovos. O Gilberto está sendo a primeira transferência do futebol brasileiro depois do Jorge Jesus. O mercado ainda está muito parado. E vai ter que se reequilibrar. Foi importante a divulgação dos números pelo estudo do Itaú BBA porque no final ele diz que o Fluminense vai ter que vender jogador. É isso. A grande solução do clube no momento é vender jogador para ter que pagar dívida. E vai ser assim durante algum tempo", disse.

O mandatário vem buscando a renovação de contrato dos principais jogadores. Mário Bittencourt afirmou que o meia Nenê deve permanecer até o fim de 2021.

"A tendência é que se estique até dezembro do ano que vem com a mesma remuneração que ele já vinha ganhando. Isso é a nossa proposta. Acho que um jogador da idade dele tem que ser por fases mesmo. Prova disso é o Fred, que tem 36, e com quem não fiz contrato muito longo. Deve acabar em 2022 mesmo", declarou.

O Fluminense estreia no Campeonato Brasileiro neste domingo, contra o Grêmio, em Porto Alegre.

 

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.