13
Qui, Ago

Rubro-Negro desperdiçou boas chances na derrota para o Atlético-MG- Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

O Flamengo estreou no Brasileiro com derrota para o Atlético Mineiro, no último domingo. Com um gol contra de Filipe Luís no primeiro tempo, o Galo bateu o Rubro-Negro por 1 a 0, no Maracanã.

Com uma marcação intensa na saída de bola do Fla, o Atlético dificultou muito o jogo da equipe de Domènec Torrent. Apesar da intensa movimentação dos mineiros, o Flamengo foi quem mais finalizou em gol, especialmente no primeiro tempo. Com Bruno Henrique e Arrascaeta, o Rubro-Negro teve ao menos duas chances claras de marcar, mas desperdiçou.

Na saída do gramado, o zagueiro Rodrigo Caio apontou os gols perdidos como principal fator no resultado.

"Acredito que tivemos grandes oportunidades no primeiro tempo e não concluímos bem. Acho que essa foi a tônica do jogo. No primeiro tempo, tivemos quatro ou cinco oportunidades em roubadas perto da área. No segundo, eles adiantaram bem a marcação, não conseguimos sair", afirmou o camisa três

Rodrigo Caio minimizou o resultado e disse que a equipe não pode se abalar. Na quarta-feira, em Goiânia, o Fla já estará em campo novamente pela segunda rodada do Brasileiro.

"Eles aproveitaram a oportunidade que tiveram e fizeram o gol. Esse foi o jogo, mas precisamos levantar a cabeça, não temos tempo para reclamar", finalizou.

Os números do jogo apontam o maior volume de jogo do Flamengo, que teve 63% de posse de bola. Em escanteios, foram 9 para o Fla contra 2 do Galo, e em chances claras de gol, 4 a 1 para a equipe carioca. O Atlético, entretanto, superou o Flamengo em número de faltas cometidas, 24 contra 12.

O time comandado por Domènec voltou ao trabalho na esta segunda visando melhorar a pontaria para o jogo contra o Atlético-GO, na próxima quarta-feira, em Goiânia. Os titulares na última partida realizaram atividade regenerativa e os demais atletas foram ao campo sob comando do técnico Domènec Torrent.

Antes da viagem para Goiânia, o Rubro-Negro treina na manhã desta terça no Ninho. O elenco só retornará ao Rio na noite de sábado (15) após a partida contra o Coritiba.

 

Após a derrota no jogo deste domingo, oRubro-Negro volta a campo na próxima quarta-feira (12) para encarar o Atlético-GO, em GoiâniaFoto: Alexandre Vidal / Flamengo

O Atlético Mineiro contou com um gol contra de Filipe Luís para vencer o Flamengo por 1 a 0, no Maracanã, neste domingo. Mostrando muita disposição em campo, a equipe de Jorge Sampaoli impôs a primeira derrota em casa ao Rubro-Negro em mais de um ano.

O único gol do jogo foi marcado por Filipe Luís, contra, aos 23 do primeiro tempo. O Flamengo, mesmo sem jogar bem, foi quem mais finalizou na busca pelo empate, mas estreou com derrota no Campeonato Brasileiro de 2020. A partida marcou a estreia do técnico Domènec Torrent, que substituiu Jorge Jesus no Fla.

Flamengo e Atlético voltam a campo na próxima quarta-feira, pela segunda rodada do Brasileirão. O Fla visita o Atlético Goianiense no Olímpico, e o Galo recebe o Corinthians, no Mineirão.

 

Só Fla finaliza e até faz gol contra

O Atlético não se intimidou por enfrentar o campeão Flamengo no Maracanã. A equipe de Sampaoli começou marcando em cima a saída de bola rubro-negra, enquanto o Flamengo fazia o mesmo do outro lado. O Fla tinha mais a iniciativa do jogo e a posse de bola, mas o Galo saia em contra-ataques rápidos, sempre explorando o lado esquerdo. A dupla Guilherme Arana e Marquinhos deram muito trabalho à defesa do Fla.

O jogo foi bem disputado nos primeiros 45 minutos, mas o Flamengo criou mais chances de marcar. Aos 7, Bruno Henrique perdeu um gol incrível após receber lançamento na área e se livrar do goleiro. O atacante perdeu o ângulo e bateu para o gol vazio, mas acertou a trave. Everton Ribeiro arriscou de fora da área aos 19 e obrigou Rafael a fazer boa defesa.

O Atlético ainda não tinha finalizado ao gol quando em boa jogada pela esquerda, Arana cruzou a meia altura. Filipe Luís, sozinho na entrada da pequena área, tentou cortar mas acabou mandando para o fundo da rede, aos 23.

A partir do gol, o Flamengo cresceu na partida e pressionou mais o adversário. Aos 25, quase o empate. Gabigol trabalhou na frente da área e tocou por cobertura para Arrascaeta. O uruguaio matou no peito tentou finalizar na saída de Rafael, que conseguiu cortar.

No último minuto, bela jogada. Filipe Luís é acionado na esquerda e cruza por baixo na frente da área. Everton Ribeiro toca de primeira para Gabigol, que bateu pro gol. A bola desviou na defesa e saiu por cima do travessão.

Atlético volta melhor e Fla erra muito

O jogo recomeçou na mesma intensidade e o Atlético pressionando a saída de bola do Flamengo. A equipe de Domènec continuava com dificuldades para sair jogando e era induzido ao erro. Disputando todas as bolas, o Galo levou ampla vantagem nas roubadas de bola.

O Fla teve um lance polêmico aos 4. Gabigol foi lançado e partiu em velocidade. O artilheiro entrou na área e bateu pra fora. Os jogadores pediram pênalti, mas havia suspeita de impedimento. O VAR entrou em ação e determinou que a posição o lance foi legal, mas não houve falta na área.

O Galo respondeu aos 12 com Nathan. Ele foi lançado, entrou livre na área e tocou por cobertura, mas o lance foi invalidado por impedimento. A equipe mineira voltou a ameaçar aos 24 num chute de fora da área. Marrony dominou e bateu rasteiro, mas Diego Alves defendeu.

Dome fez várias mudanças na equipe, mas o dia não era do Flamengo. A equipe não encaixou e mostrou um desentrosamento atípico em campo. Na base de esforços individuais, e com Gabigol e Bruno Henrique em tarde pouco inspirada, o gol de empate não saiu.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-RJ 0 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: Domingo, 09/08/2020
Horário: 16 horas (Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli-SP e Anderson José de Moraes Coelho-SP
VAR: Thiago Duarte Peixoto-SP
Cartões amarelos: Jorge Sampaoli, Gabriel (Atlético); Bruno Henrique, Pedro (Fla)
Gols:
ATLÉTICO: Filipe Luís (contra), aos 23 min do 1º tempo

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Gérson (Vitinho) e Arrascaeta (Pedro); Everton Ribeiro (Michael), Gabigol e Bruno Henrique
Técnico: Domènec Torrent

ATLÉTICO-MG: Rafael, Guga, Gabriel (Jair), Igor Rabello, Júnior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Alan Franco (Hyoran) e Nathan (Keno); Savarino (Bueno) e Marquinhos (Marrony)
Técnico: Jorge Sampaoli

Honda chegou no início da temporada e vem se tornando um dos líderes do elenco - Foto: Vitor Silva / Botafogo

O Botafogo se prepara para a estreia no Campeonato Brasileiro, contra o Bragantino, fora de casa. A partida vai marcar a estreia do japonês Keisuke Honda na Série A.

Honda chegou no início da temporada e vem se tornando um dos líderes do elenco. O jogador falou da adaptação ao Glorioso e elogiou os companheiros.

"Eu não sei falar português mas os jogadores foram muito acolhedores, muito amáveis. Tivemos uma boa comunicação e estou muito confortável. Sou grato a eles. Eu penso que precisamos de um tempo para nos entendermos. Mas isso tem melhorado. Estou feliz por estar aqui com todos os jogadores e também os torcedores", disse.

O Botafogo se prepara para a estreia no Campeonato Brasileiro, contra o Bragantino, fora de casa. A partida vai marcar a estreia do japonês Keisuke Honda na Série A.

Honda chegou no início da temporada e vem se tornando um dos líderes do elenco. O jogador falou da adaptação ao Glorioso e elogiou os companheiros.

"Eu não sei falar português mas os jogadores foram muito acolhedores, muito amáveis. Tivemos uma boa comunicação e estou muito confortável. Sou grato a eles. Eu penso que precisamos de um tempo para nos entendermos. Mas isso tem melhorado. Estou feliz por estar aqui com todos os jogadores e também os torcedores", disse.

 

O lateral direito de origem falou sobre a mudança - Foto: Rafael Ribeiro / Vasco da Gama

O Vasco se prepara para a estreia no Campeonato Brasileiro. O técnico Ramon Menezes realizou alguns testes nos jogos-treino antes da retomada da temporada cruzmaltina.

Na atividade contra o Volta Redonda, o treinador escalou Yago Pikachu adiantado, pela direita. O lateral direito de origem falou sobre o posicionamento.

"Não é surpresa eu jogar pelo meio. Minha função é lateral. Mas pelo meio tem que ter uma visão de quem tá na frente. Me sinto confortável jogando por dentro ou por fora, tenho que ajudar principalmente aos volantes", disse em liva na Vasco TV.

Pikachu também comentou sobre os jogos sem torcida. O lateral revelou que ainda acha estranho não ter apoio e cobrança dos cruzmaltinos. "É uma coisa nova, que ninguém esperava. Vimos que na retomada dos campeonatos europeus, o índice de vitória fora de casa foi muito grande. Agora tem caixa de som, mas é estranho porque estamos acostumados com a torcida", declarou.

"Até das vaias vamos sentir falta. Mas isso não pode interferir dentro de campo. E se for pra tirar proveito dos adversários quando jogarmos em casa, vamos fazer nossa parte", declarou.

O Vasco começa sua caminhada no Campeonato Brasileiro na próxima quinta-feira, quando recebe o Sport, em São Januário, às 20 horas (Brasília).

 

Na tarde deste domingo (9), faltando menos de 10 minutos para o começo da partida entre Goiás e São Paulo, no estádio Hailé Pinheiro (Serrinha), prevista para começar às 16h, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) aceitou o pedido da equipe do Centro-Oeste e adiou a partida. A alegação do Goiás Esporte Clube, divulgada em nota oficial no site do clube, é que ele recebeu apenas na manhã deste domingo (9) os resultados positivos da Covid-19 nos exames realizados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Exames para covid-19


Antes do jogo contra o São Paulo, o clube fez uma rodada de exames em um laboratório escolhido pela CBF. Só que esse exames feitos na última quinta-feira (6) foram invalidados pela Confederação. Segundo a entidade, as amostras foram acondicionadas de maneira inapropriada. Novos exames foram realizados na sexta-feira. E o resultados apresentados ao clube apenas na manhã deste domingo, contrariando o que diz o próprio protocolo da CBF, que prevê uma antecedência mínima de 24h da partida. Dos 26 testes realizados, 10 pessoas apresentaram resultados positivos, sendo 8 jogadores da equipe titular. Até o momento, a CBF ainda não informou uma nova data para a realização da partida.

O Hospital Albert Einstein, contratado pela CBF para realizar os exames, se manifestou através de nota oficial: “O Hospital Israelita Albert Einstein identificou uma falha técnica na coleta das amostras, feita em um laboratório parceiro em Goiás, para realização de teste RT-PCR em atletas e equipes dos clubes Vila Nova e Goiás. Solicitou, portanto, novas amostras antes do processamento dos exames. Elas foram refeitas e encaminhadas para análise no laboratório do hospital em São Paulo, sem nenhum prejuízo aos prazos estabelecidos para apresentação dos resultados".

O presidente admitiu que o lateral-direito Gilberto, negociado com o Benfica, de Portugal, não deverá ser o único a sair - Foto: Lucas Merçon / FFC

O Fluminense tem convivido com os problemas financeiros, mas vem buscando recursos para diminuir a dívida com o elenco. Com a queda de receita por causa da pandemia de covid-19, os tricolores devem se desfazer de alguns jogadores. O presidente Mário Bittencourt admitiu que o lateral-direito Gilberto, negociado com o Benfica, de Portugal, não deverá ser o único a sair, dependendo da proposta.

"Com a pandemia, ainda estamos pisando em ovos. O Gilberto está sendo a primeira transferência do futebol brasileiro depois do Jorge Jesus. O mercado ainda está muito parado. E vai ter que se reequilibrar. Foi importante a divulgação dos números pelo estudo do Itaú BBA porque no final ele diz que o Fluminense vai ter que vender jogador. É isso. A grande solução do clube no momento é vender jogador para ter que pagar dívida. E vai ser assim durante algum tempo", disse.

O mandatário vem buscando a renovação de contrato dos principais jogadores. Mário Bittencourt afirmou que o meia Nenê deve permanecer até o fim de 2021.

"A tendência é que se estique até dezembro do ano que vem com a mesma remuneração que ele já vinha ganhando. Isso é a nossa proposta. Acho que um jogador da idade dele tem que ser por fases mesmo. Prova disso é o Fred, que tem 36, e com quem não fiz contrato muito longo. Deve acabar em 2022 mesmo", declarou.

O Fluminense estreia no Campeonato Brasileiro neste domingo, contra o Grêmio, em Porto Alegre.

 

Será a primeira partida do treinador no Rubro-Negro - Foto: Alexandre Vidal / CRF

O nome do espanhol Domènec Torrent foi publicado no Boletim Informativo Diário da CBF na manhã desta sexta-feira e o treinador está liberado para fazer sua estreia à frente do Flamengo na primeira rodada do Campeonato Brasileiro neste domingo, às 16h, contra o Atlético Mineiro, no Maracanã.

Nesta quinta-feira, os dirigentes rubro-negros conseguiram os últimos documentos necessários para a regularização de Domènec e enviaram para a Confederação Brasileira de Futebol. O técnico tinha que ser regularizado até a tarde desta sexta para poder comandar o time no domingo.

O espanhol Domènec Torrent foi apresentado nesta segunda-feira e já começou a treinar o elenco rubro-negro no Ninho do Urubu. O novo comandante chega para substituir Jorge Jesus, que aceitou proposta para dirigir o Benfica, de Portugal.

 

Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.