13
Qui, Ago

Os atletas serão submetidos a testes antes e depois das partidas e são orientados a utilizarem máscaras em locais públicos, além de manterem distanciamento mínimo de dois metros - Foto: Divulgação

Torneio de tiro curto, com jogo quase todo dia, delegações concentradas em um único lugar e verdadeiras seleções mundiais em campo. Devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), a Liga dos Campeões da Europa viverá um agosto digno de Copa do Mundo. Lisboa, a capital portuguesa, foi a sede escolhida pela Uefa (União das Associações Europeias de Futebol) para abrigar os duelos decisivos da maior competição de clubes de futebol do planeta. As partidas não terão presença de público.

Antes de a bola rolar em Portugal, a maratona da Champions terá a conclusão de quatro confrontos das oitavas de final que não puderam ser finalizados antes da pandemia. Nesta sexta-feira (7), às 16h (horário de Brasília), o Manchester City (Inglaterra) recebe o Real Madrid, atual campeão espanhol. Na partida de ida, fora de casa, os ingleses ganharam por 2 a 1. No mesmo horário, a eneacampeã italiana Juventus mede forças com o Lyon, que venceu o primeiro jogo, na França, por 1 a 0.

No sábado, também às 16h (horário de Brasília), Barcelona e Napoli se encontram na Espanha, após o empate por 1 a 1 na Itália, enquanto o octacampeão alemão Bayern de Munique joga em casa contra o Chelsea (Inglaterra). Em Londres, a equipe bávara fez 3 a 0. Assim como será na sequência da Liga dos Campeões, os jogos terão portões fechados.

A partir das quartas de final começa a fase Copa do Mundo da Champions. De quarta-feira (12) em diante, os confrontos serão disputados em Lisboa, em jogo único, nos estádios José Alvalade (Sporting) e da Luz (Benfica). Este último receberá a decisão, no próximo dia 23 de agosto. As partidas serão todas às 16h (horário de Brasília). Os quatro times que sairão das oitavas se unirão a Atalanta (Itália), RB Leipzig (Alemanha), Paris Saint-Germain (França) e Atlético de Madri (Espanha), classificados antes da pandemia.

Protocolo rígido

Segundo a Direção Geral da Saúde de Portugal, o país europeu teve 51.848 casos do novo coronavírus até a última quarta-feira (5), com 1.740 óbitos. Nesse mesmo dia, o Ministério da Saúde identificou mais recuperações (247) do que novos registros (167) da doença. Não tem sido inédito. A primeira vez que isso ocorreu foi em 21 de abril.

Apesar de a pandemia estar mais controlada em Portugal, os protocolos para a retomada da Liga dos Campeões no país é rígido. Os atletas serão submetidos a testes antes e depois das partidas e são orientados a utilizarem máscaras em locais públicos, além de manterem distanciamento mínimo de dois metros. As delegações estarão concentradas em hotéis e não podem deixá-los sem autorização. O contato com pessoas não relacionadas à equipe está vedado.

Brasileiros na briga

São 27 brasileiros distribuídos em 11 dos 12 times que seguem na Liga dos Campeões. Apenas o RB Leipzig não tem atletas do país. Das 32 equipes que disputaram a fase de grupos, o Brasil tinha atletas em 27 delas, com 65 representantes ao todo. A estatística não contabiliza os nascidos por aqui que se naturalizaram por outras nações, como o lateral Emerson Palmieri e o volante Jorginho, que defendem a Itália. Ambos são do Chelsea.

O Lyon, com seis jogadores (os laterais Rafael e Marçal, o zagueiro Marcelo, os volantes Thiago Mendes e Jean Lucas e o meia Bruno Guimarães), é o time mais verde e amarelo entre os que continuam na Champions, seguido pelo Real Madrid, com cinco (o zagueiro Éder Militão, o lateral Marcelo, o volante Casemiro e os atacantes Vinícius Júnior e Rodrygo). Atalanta (com o zagueiro Rafael Tolói), Chelsea (com o atacante William), Bayern (com o meia Philippe Coutinho), Barcelona (o goleiro Neto) e Napoli (o meia Allan) têm, pelo menos, um brasileiro no elenco.

Entre eles, o atacante Gabriel Jesus é o que mais balançou as redes na atual edição da competição, com cinco gols pelo Manchester City. Na sequência aparecem Rodrygo, autor de quatro gols pelo Real Madrid, e Neymar, do Paris Saint-Germain, com três gols. O camisa 10 do PSG é o artilheiro do país na história da competição, com 35 gols, anotados pelo clube francês e pelo Barcelona, time pelo qual foi campeão em 2015.

Olho nas estrelas

Não é à toa que a bola da Champions é coberta por estrelas. A competição reúne os principais jogadores da atualidade. Entre eles estão os atacantes Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, craques com os maiores números de gols e assistências da história da competição. O português lidera as duas estatísticas, com 128 gols e 36 assistências, seguido pelos 114 gols e 32 assistências do argentino.

A presença deles nas quartas de final depende do sucesso de Juventus e Barcelona nas partidas contra Lyon e Napoli, respectivamente. Na atual edição, eles ainda não despontaram: Ronaldo foi às redes duas vezes (está atrás dos atacantes Paulo Dybala e Gonzalo Higuaín, na artilharia da Juve no torneio) e deu um passe para gol, enquanto Messi assinalou dois tentos (um a menos que o atacante Luís Suárez, companheiro de equipe) e distribuiu três assistências.

O destaque da Liga, até o momento, é Robert Lewandowski. O atacante vive grande fase no Bayern e balançou as redes 11 vezes em apenas seis jogos pela competição. Como deu duas assistências, significa dizer que o polonês participou de, pelo menos, dois gols por partida, em média. Lewa está a seis tentos de igualar o feito de Cristiano Ronaldo, que na edição 2013/2014 assinalou 17 gols pelo Real Madrid.

Carlinhos defendeu o Guarani em 2019 - Foto: Divulgação

Após confirmar Guilherme Parede, o Vasco está perto de anunciar mais um reforço. O meia Carlinhos já esteve em São Januário e deve ser apresentado nos próximos dias.

Carlinhos já falou como jogador do Vasco e se apresentou para a torcida cruzmaltina.

"Carlinhos é um jogador que saiu novo do Brasil e ficou oito anos fora do país. O que o torcedor pode esperar de mim é que sou um cara que quer sempre vencer. É isso que Carlinhos tentará fazer no Vasco, sempre com muita vontade.", disse.

O meia, que também pode atuar como volante, não escolheu posição. Para Carlinhos, o importante é ajudar o Vasco em campo.

"Eu quero ajudar o Vasco da melhor maneira possível. O que o treinador escolher, eu vou acatar. Eu quero deixar claro que eu chego para somar, não importa a posição.", declarou o atleta que pertencia ao Standard Liège, da Bélgica, e jogava no Vitória de Setúbal, de Portugal.

Carlinhos será o quarto reforço do Vasco para a sequência da temporada. Além do meia, os cruzmaltinos já confirmaram o zagueiro Marcelo Alves e os atacantes Ygor Catatau e Guilherme Parede.

O Vasco só estreia no Campeonato Brasileiro na quinta-feira da próxima semana, contra o Sport, em São Januário.

 

Goleiro acredita em um bom desempenho do Alvinegro - Foto: Vitor Silva / BFR

O Botafogo ganhou alguns dias de preparação para o Campeonato Brasileiro. A partida contra o Bahia, que seria neste domingo, foi adiada, pois o adversário se classificou para a final do Estadual.

O goleiro Gatito Fernández falou sobre a expectativa para a Série A. O paraguaio se mostrou confiante por uma boa campanha.

"Com certeza, um time de muita entrega, muita luta e dedicação dentro do campo. Estamos em um bom caminho, finalizamos dois amistosos muito importantes, que nos trazem coisas boas. Acredito que estamos no caminho certo para começar o Brasileirão com o pé direito. Estamos todos prontos para fazer um bom campeonato", disse ao site da CBF.

O Botafogo só estreia na próxima quarta-feira, contra o Red Bull Bragantino, em Barueri.

Anúncio foi feito nesta quinta-feira - Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira, a Conmebol divulgou alterações nas regras da Libertadores e da Sul-Americana para esta temporada, que foi atrapalhada pela pandemia do coronavírus. Assim como vem ocorrendo com boa parte dos campeonatos mundiais, foi autorizada a possibilidade de cinco substituições. Além disso, foram feitas mudanças em relação a inscrições de jogadores.

Nas duas competições será permitido que um atleta defenda dois clubes na mesma edição, algo que era proibido até então. Também ficou determinado que um jogador que mudou de time pode voltar para a sua antiga equipe e disputar o torneio em que ela estiver inscrita. Outra alteração é que será liberada a inscrição de jogadores em qualquer etapa do campeonato.

Em relação às substituições, o padrão deve ser o mesmo que vem sendo adotado mundo afora. Serão permitidas cinco alterações, com a justificativa de preservar o condicionamento físico dos atletas e manter o nível de competitividade.

Outra novidade é a possibilidade de, em caso de extrema necessidade, um árbitro apitar um jogo de um time de sua nacionalidade ou o quadro de arbitragem ser composto por integrantes de diferentes países.

A volta da Libertadores está prevista para o dia 15 de setembro. Já a Sul-Americana deve retornar no dia 27 de outubro.

Jogador acredita que a equipe tricolor pode surpreender se manter o seu melhor desempenho

O Fluminense se prepara para a estreia no Campeonato Brasileiro, neste domingo, contra o Grêmio, em Porto Alegre. Os tricolores vão para a competição confiantes após as boas atuações nas finais do Campeonato Carioca.

O meia Nenê afirmou que o Fluminense pode almejar uma boa campanha se repetir o desempenho dos últimos jogos.

"Acredito que se mantivermos a nossa qualidade e nossa concentração, como mostramos nos últimos jogos, quem sabe buscamos uma Libertadores? Seria muito bom para o clube", disse ao site da CBF.

Para o experiente jogador, o maior desafio dos tricolores será manter a regularidade durante as 38 rodadas da Série A.

"Manter a regularidade. Vai ser um campeonato atípico pelo tempo em que ficamos parados. Vamos começar bem depois. Vamos passar o Natal e o Ano Novo jogando. O que mais pode nos prejudicar é perder a concentração e o foco, além do cuidado de saber que a temporada é longa e só vai terminar ano que vem", declarou.

O técnico Odair Hellmann tem sofrido com as lesões nas últimas semanas de treino. O comandante não terá os zagueiros Digão e Matheus Ferraz, o volante Hudson e os meias Ganso e Pablo Dyego, lesionados. Além deles, o lateral direito Gilberto, negociado com Benfica, deu adeus ao clube.

Novo vínculo - O contrato do atacante Wellington Silva se encerrou no último fim de semana. No entanto, jogador e Fluminense já entraram em acordo sobre o novo vínculo do atleta.

Wellington Silva acertou sua permanência até o meio de 2021, com possibilidade de extensão por mais um ano com o Tricolor. Os dirigentes correm para regularizar o novo contrato até esta sexta-feira para que o atacante possa estar em campo contra o Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro.

 

Treinador ainda não pode estrear pela equipe rubro-negra - Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

O Flamengo apresentou na segunda-feira o técnico Domènec Torrent como substituto de Jorge Jesus. No entanto, a presença do espanhol no banco de reservas ainda não está certa contra o Atlético-MG, neste domingo, na estreia do Campeonato Brasileiro.

O contrato de Torrent ainda não apareceu no BID da CBF. Com isso, o espanhol não está apto para estrear a frente do Flamengo, no Maracanã.

Torrent precisa do visto de trabalho para poder ter o contrato regularizado. Mesmo com o tom otimista da diretoria em resolver a pendência, Maurício Souza já foi colocado de sobreaviso.

O espanhol já comandou os treinos com o elenco rubro-negro desde a segunda-feira. Além de Torrent, o Flamengo precisa regularizar as situações dos auxiliares Jordi Guerron, Jordi Gris e Julian Jimenez.

Domènec Torrent assinou contrato com o Flamengo até o final de 2021. O espanhol tem a incumbência de manter o bom futebol rubro-negro mostrado sob o comando de Jorge Jesus.

Jogador já treinou com os companheiros e passou pelo tradicional batizado - Foto: Vasco / Divulgação

O Vasco apresentou nesta terça-feira o atacante Guilherme Parede. O jogador, que estava no Talleres-ARG, chega por empréstimo até dezembro deste ano.

Parede foi apresentado em live na Vasco TV e exaltou a chegada ao clube carioca.

"Estou muito feliz, espero retribuir todo o esforço da direção e todo o carinho da torcida. Estou motivado e quero estar à altura deste grande clube. Chegar num momento como esse no Vasco é uma alegria imensa. Poder participar da história e tentar conquistar os objetivos do clube. Eu não sei se vou ficar por pouco ou muito tempo, mas quero viver o agora", disse.

O atacante já teve passagem pelo Internacional na temporada passada. Parede rechaçou que a torcida cruzmaltina veja sua chegada com desconfiança.

"Desconfiança eu acho que não. Antes de concretizar essa situação, os torcedores invadiram minhas redes sociais e mandaram muitas mensagens. Sobre a desconfiança no Inter, eu também não vejo isso, fiz 47 jogos lá, tive altos e baixos como qualquer jogador", declarou.

Guilherme Parede chega ao Vasco para disputar uma vaga no ataque. Atualmente no trio ofensivo cruzmaltino é formado por Talles Magno, Vinícius e Germán Cano.

 

Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.