24
Qui, Set

Ramon terá problemas para escalar o time vascaíno - Foto: Rafael Ribeiro / Vasco

Após as derrotas no fim de semana, Santos e Vasco voltam a campo nesta quarta-feira, às 21h30, na Vila Belmiro, pelo Brasileiro. A partida é importante para a recuperação de ambos dentro da Série A.

O Santos vem de dois tropeços duros: derrota no clássico para o Palmeiras e contra o Flamengo dentro de casa.

Do lado do Vasco, o técnico Ramon Menezes ganhou alguns problemas para escalar a equipe. Os zagueiros Ricardo Graça, Werley e Breno testaram positivo para Covid. Destes, apenas o primeiro é titular.

No entanto, o volante vascaíno Bruno Gomes e o atacante Vinícius já estão afastados pelo mesmo motivo. Além deles, o atacante Talles Magno, expulso contra o Fluminense, está suspenso.

Para piorar a situação dos cruzmaltinos, o zagueiro Leandro Castán se queixou de dores e deve ser poupado. Com isso, o Vasco terá uma zaga completamente reserva contra os santistas. A boa notícia para o Vasco é o retorno do volante Andrey, que cumpriu suspensão.

Ramon Menezes pregou calma após perder a invencibilidade no comando da equipe carioca.

"O Brasileiro é um campeonato duro e difícil. Nas vitórias, falei que os jogos eram finas. Temos de ter inteligência e calma" disse.

 

Enquanto os tricolores estão no G-4 da Série A, os goianos amargam a lanterna da competição - Foto: Lucas Merçon /FFC

O Fluminense está em boa fase e volta a campo nesta quarta-feira, quando enfrenta o Atlético-GO, às 19h15, no Maracanã, pelo Brasileiro. Enquanto os tricolores estão no G-4 da Série A, os goianos amargam a lanterna da competição.

No Fluminense, o clima é de confiança após a vitória no clássico contra o Vasco. Os tricolores vão em busca de mais uma vitória para se firmar entre os líderes.

O técnico Odair Hellmann exaltou o desempenho da equipe, mas pregou foco na manutenção da boa fase.

"Um coletivo forte potencializa as individualidades, dá confiança para um jogador colocar o individual em prática. Nós não ganhamos nada, tivemos uma sequência boa e precisamos manter essa consistência" disse.

Para esta partida, Hellmann não terá o volante Yuri, suspenso. Em seu lugar, Hudson e Yago Felipe disputam a posição. Hudson era titular antes de se lesionar.

 

Craque argentino dá mais um sinal de que deseja deixar equipe catalã - Foto: Reprodução Twitter

O craque argentino Lionel Messi não compareceu, nesta segunda-feira (31), ao primeiro treino do Barcelona da nova temporada, dias após anunciar que deseja deixar a equipe catalã.

A ausência de Messi ao treino, o primeiro sob o comando do novo técnico do Barcelona, o holandês Ronald Koeman, era muito esperada após o argentino de 33 anos também não comparecer aos exames médicos de pré-temporada no último domingo (30 de agosto).

Imagens da Reuters mostraram jogadores chegando para o treino que começou às 17h30 (14h30, no horário de Brasília), e Messi não apareceu.

O jogador, que foi eleito em seis oportunidades como o melhor do mundo, afirma que tem uma cláusula em seu contrato que lhe permite sair sem o pagamento de multa rescisória, reivindicação contestada pelo Barcelona e pela La Liga (entidade que administra o Campeonato Espanhol).

Os advogados de Messi pretendem invocar uma cláusula do seu contrato de quatro anos, assinado em 2017, que permitiria ao atacante deixar o clube gratuitamente ao final da temporada, que seria no dia 10 de junho.

Eles argumentam que a data (na qual terminaria a temporada europeia) é irrelevante após a pandemia do novo coronavírus (covid-19), que forçou a temporada do Campeonato Espanhol terminar apenas em agosto.

No entanto, a La Liga afirmou no último no domingo que o clube que quiser contratar o craque argentino terá que pagar uma multa rescisória de 700 milhões de euros.

Messi tomou esta decisão após a equipe catalã terminar a última temporada sem a conquista de nenhum título na temporada. O ponto mais baixo foi a humilhante derrota de 8 a 2 para o Bayern de Munique nas quartas de final da Liga dos Campeões.

Os torcedores que estavam do lado de fora do campo de treinamento do Barça nesta segunda-feira ficaram divididos em relação à decisão de Messi.

“Eu realmente quero que Messi fique”, disse o brasileiro Fabio Alfredo Suarez à Reuters. “Messi mora no meu coração. É uma pena que ele vá embora, queria que ele saísse pela porta da frente do clube”.

Já o espanhol Ivan Antolin Beltran afirmou que o Barça ajudou Messi nos primeiros passos de sua carreira: “Depois de tudo o que o Barça deu ao Messi ao longo da carreira, que começou aqui ainda criança. Pagaram todos os medicamentos para ele, e tudo mais. Acho seu comportamento um pouco incorreto”, declarou.

Além da derrota, os cruzmaltinos tiveram atuação abaixo do normal - Foto: Rafael Ribeiro / Vasco da Gama

O Vasco perdeu a invencibilidade sob o comando de Ramon Menezes no clássico contra o Fluminense. Além da derrota, os cruzmaltinos tiveram atuação abaixo do normal.

Ramon Menezes minimizou a perda da invencibilidade. Para o comandante, os vascaínos têm que se habituar a dificuldade do Brasileirão.

"O Brasileiro é um campeonato duro e difícil. Nas vitórias, falei que os jogos eram finas. Contra o Flu foi mais uma, mas nós perdemos. Temos de ter inteligência e calma. Sofremos um gol muito cedo. Depois, o time conseguiu buscar o equilíbrio e criamos mais.", disse.

Para o treinador, a derrota trouxe lições para serem aprendidas. Ramon Menezes afirmou que vai trabalhar os erros cometidos.

"O campeonato é esse. É jogo quarta e domingo. A cada jogo, o jogador pode ter uma oportunidade. A gente não conseguiu manter a mesma escalação. Todo o jogo traz lição. Uma delas foi que a gente nunca tinha começado perdendo o jogo. Levamos o gol aos 3 minutos. Mesmo assim, a todo o momento buscamos o empate. Vou chegar em casa, ver o jogo e falar com os atletas", declarou.

O Vasco volta a campo nesta quarta, quando encara o Santos, na Vila, pelo Campeonato Brasileiro.

Novo lateral-direito rubro-negro entrou bem na partida contra o Santos - Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Recém-contratado, o chileno Mauricio Isla estreou com a camisa do Flamengo neste domingo, na vitória sobre o Santos, por 1 a 0, na Vila Belmiro. O lateral-direito destacou a sua felicidade por enfim atuar pelo seu novo clube.

"Estou muito contente, era uma partida muito difícil. Feliz pela minha estreia, por voltar a jogar depois de seis meses e por toda a equipe porque é sempre importante ganhar", disse.

O chileno entrou aos 20 minutos da segunda etapa, substituindo Renê, que estava atuando improvisado na lateral direita. Apesar da estreia e de toda a experiência de Isla, o técnico Domènec Torrent revelou que ele ainda pensa em rodar o elenco, para que ninguém sofra com lesões por desgaste físico.

"O Flamengo foi muito rápido para contratar esse jogador. Todos vão nos ajudar. Vamos rodar o time, temos o Renê, temos o Matheus. São jogos em três dias, vamos viajar, jogar, viajar, jogar... Preciso dos jogadores 100%. Prefiro os jogadores 100% do que um nome importante com 60%. Ninguém nessa equipe é mais importante do que todo grupo. É importante que eles entendam isso. Todos somos mais fortes", afirmou.

O goleiro Diego exaltou o resultado. Para o goleiro, o triunfo fora de casa contra um forte adversário dá confiança a equipe carioca.

"O mais importante foi a vitória. A gente precisa desse resultado para se recuperar no Campeonato Brasileiro. Nunca deixamos de acreditar que podíamos ir bem" disse.

Diego Alves saiu de campo lesionado no segundo tempo. O goleiro explicou que sentiu um problema no ombro ainda na etapa inicial.

"Foi em um lance no primeiro tempo. Estiquei em uma defesa e acho que o ombro travou no chão. Não sei realmente. Mas o Flamengo tem o César e temos total confiança nele" declarou.

O Flamengo volta a campo nesta quarta-feira, quando encara o Bahia, em Salvador.

 

O treinador evitou criticar os jogadores e atribuiu para si a responsabilidade da derrota em casa - Foto: Vitor Silva / Botafogo

O Botafogo viu sua sequência positiva ser finalizada na derrota para o Internacional, no Nilton Santos, pelo Brasileiro. Com isso, o Alvinegro se mantém no meio da classificação, ainda distante dos líderes.

O técnico Paulo Autuori admitiu que o Botafogo não teve uma boa atuação. O treinador evitou criticar os jogadores e atribuiu para si a responsabilidade da derrota em casa.

"A equipe sofreu dois gols que não pode sofrer, contra o líder da competição. Isso é nossa responsabilidade. Com isso nós temos controle. O adversário não nos amassou, não teve toda hora oportunidade de gol. Pelo contrário, o Botafogo chegou no primeiro tempo, podia ter feito gol. Os critérios impedem de a gente poder entender melhor as coisas. Mas a responsabilidade é minha", disse.

Autuori não quis polemizar em relação a arbitragem. O Botafogo teve gols anulados após auxílio do VAR.

"O Botafogo é uma equipe que está de alguma maneira conseguindo consistência. Perdemos o jogo porque falhamos nos gols. Sabemos disso. Tivemos as chances, fizemos gols, e infelizmente não foram validados", declarou.

O Glorioso vai em busca da recuperação nesta quarta-feira, quando recebe o Coritiba, no Nilton Santos.

 

O atacante deu fim ao jejum de gols - Foto: Lucas Merçon / FFC

O Fluminense mostrou que vem melhorando e venceu o clássico contra o Vasco, que estava invicto no Campeonato Brasileiro. Com isso, os tricolores se aproximaram dos líderes da Série A.

Outro fato para ser comemorado pela torcida do Fluminense foi o gol marcado por Fred. O atacante balançou as redes pela primeira vez após o retorno ao clube.

"Muito especial. Eu fiquei um longo tempo sem jogar, sem ritmo de jogo, sofrendo muito. Fiz trabalho especial com fisiologista. Ansioso pelo gol na minha volta. Graças a Deus consegui fazer num clássico, que é melhor ainda", disse.

Fred revelou que seu irmão e filho falaram que ele iria marcar no clássico.

"Recebi mensagem do meu irmão falando que sairia o gol: 'Chuta que vai entrar'. Meu filho falou para a minha esposa: 'Papai vai fazer gol'. Esse gol é para vocês", declarou.

O Fluminense volta a campo nesta quarta-feira, quando recebe o Atlético-GO, no Maracanã. Para esta partida, o técnico Odair Hellmann não terá o lateral-direito Igor Julião, o volante Yuri e o atacante Wellington Silva, todos suspensos.

 

Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.