22
Ter, Set

Ministério de Turismo do Uruguai aplica medidas de apoio ao setor e planeja implementação de empreendimentos hoteleiros a longo prazo

Novas medidas preveem seguro desemprego a profissionais do setor e abertura de licitação para hotéis de luxo em duas regiões uruguaias - Foto: Divulgação/Presidência da República

+ Mundo
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Em coletiva de imprensa na última quarta-feira (15), o Ministro de Turismo uruguaio, Germán Cardoso, adiantou algumas medidas a curto e longo prazo para o setor de turismo. Adiar os pagamentos de impostos nos projetos de desenvolvimento turístico que atualmente se encontram severamente afetados e que estão com caixa zero, e estender o seguro desemprego para os trabalhadores da área são algumas das medidas a curto prazo. A longo prazo, o ministro de turismo adiantou que empreendimentos hoteleiros serão implantados nas regiões de Rocha e Canelones.

Acompanhado pelo vice-ministro, Remo Monzeglio, logo após participar da reunião de acordos ministeriais na última quarta-feira, Cardoso informou que junto aos representantes da Câmara Uruguaia de Turismo, o Congresso de Intendentes, a Oficina de Planejamento e Orçamento (OPP) e operadores turísticos trabalharão com urgência na elaboração de ações imediatas para o setor.

A Comunicação com os ministérios de Trabalho e Segurança Social e Economia e Finanças para analisar a possibilidade em estender o seguro desemprego a atividade de turismo será mantida. Nesse sentido, Germán Cardoso, sustentou que a alta temporada no turismo foi extremamente afetada, período do acometimento pandêmico no mundo, de dezembro a final de abril. “Esse é o cenário no qual iremos trabalhar com a equipe de economia e o Ministério de Trabalho para buscar uma solução e para que esses trabalhadores possam receber esse benefício”, completa o ministro.

As autoridades também trabalham junto ao Banco de Seguros do Estado (BSE) no vencimento do pagamentos das garantias das empresas turísticas registradas no Ministério de Turismo do Uruguai, com a determinação de obter uma extensão do prazo dos vencimentos, que originalmente expiram no final de maio, tornando assim, a situação mais suportável.

Com respeito ao futuro do setor, Cardoso anunciou que realizarão duas chamadas ao interesse de expressão para desenvolver complexos hoteleiros de luxo com cassino, um em Rocha e outro em Canelones, a ideia ainda está em desenvolvimento.

O vice-ministro de turismo do Uruguai, Remo Monzeglio, disse estar otimista e mantém esperanças, porque os planos do turismo no se projetam a curto prazo, e sim a médio e longo. Explicou que a região, onde se concentra o projeto em Canelones, se valorizará ainda mais, bem como toda a costa canaria.

Ele acrescentou que haverá um chamado à expressão e uma licitação internacional através da qual grandes capitais poderão ser investidos. "Houve grupos que entraram em contato conosco sobre esses e outros assuntos para investir", completou Monzeglio.

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.