Drones ajudarão no combate ao mosquito

Atualidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Governo do Estado apresentou ontem a força-tarefa que vai intensificar as ações de combate ao mosquito: 800 homens do Corpo de Bombeiros

Foto: Shana Reis / Divulgação Palácio Guanabara

Os municípios de São Gonçalo e Itaboraí ganharam um reforço importante na luta contra o Aedes aegypti. Isso porque os municípios passarão a contar com a tecnologia de drones na busca de possíveis criadouros do mosquito. 

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde e a Defesa Civil, a atuação dos agentes municipais de controle de endemias será feito posteriormente ao sobrevoo do drone. Essas visitas serão feitas em áreas determinadas pelas prefeituras.

Os dados colhidos pelo drone vão ajudar a orientar o trabalho dos agentes e bombeiros que estarão naquela região. 

O anúncio dos drones foi feito nesta segunda-feira (22), quando o governo do Estado lançou uma força-tarefa, composta por 800 homens do Corpo de Bombeiros, para intensificar o combate ao mosquito transmissor da dengue, do Zika vírus e da chikungunya. Os militares foram capacitados por técnicos da Secretaria de Saúde e darão apoio às equipes de agentes municipais que já participam do combate.

A força-tarefa acontecerá de segunda-feira a sábado e os bombeiros estarão divididos em grupos e acompanhados por agentes de endemia. De acordo com o governador Luiz Fernando Pezão, a soma de forças com os bombeiros é sinônimo de sucesso. Ele destacou que a relação entre os militares e a população é de confiança, o que significa êxito na operação de combate ao mosquito. “Quando enfrentamos aquelas fortes chuvas em Friburgo [2011], eu vi de perto o trabalho que os bombeiros realizam. Não só eu, mas  toda a população. Por isso, e muitos outros exemplos, a população tem extrema confiança em nossa corporação. Vamos atacar em todo o estado”, disse Pezão.