Ministro da Justiça nega a probabilidade de terrorismo

Atualidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, afirmou ontem que não há probabilidade de ocorrer um ataque terrorista no Brasil durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro. Moraes participou da entrevista coletiva que reuniu organizadores dos Jogos, a um mês da abertura da competição, marcada para o dia 5 de agosto.

“Não temos probabilidade de algum evento terrorista. A possibilidade existe no mundo todo, mas não há a probabilidade. Mas trabalhamos como se houvesse”, disse o ministro, que pediu tranquilidade à população e aos turistas: “Podem ficar absolutamente tranquilos”.

O Ministério da Justiça assumiu ontem a segurança patrimonial das arenas olímpicas, com a Força Nacional de Segurança Pública. Segundo Moraes, todo o efetivo da Força Nacional, da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal estará em seus postos até 24 de julho.

De acordo com o ministro, a atuação da Força Nacional nos locais de competição permitirá que a Polícia Militar se dedique exclusivamente à segurança pública durante os jogos.

Encontro – Alexandre Moraes e o Ministro da Defesa, Raul Jungman se reuniram ontem, com o governador em exercício Francisco Dornelles, no Palácio Guanabara, para tratar da segurança nos Jogos Olímpicos. Durante a reunião, Dornelles garantiu aos ministros que o governo do estado vai pagar hoje os salários de junho dos servidores ativos, inativos e pensionistas da Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiros, Secretaria estadual de Segurança e Secretaria estadual de Administração Penitenciária. 

Além disso, serão depositados os valores relativos ao Regime Adicional de Serviço (RAS), Programa Estadual de Interação na Segurança (Proeis) e premiações do Sistema de Metas Integrado das polícias Militar e Civil. Os pagamentos serão viabilizados pelo auxílio financeiro de R$ 2,9 bilhões do governo federal para a Segurança nas Olimpíadas.