NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Alegria e diversão abrem os Jogos Escolares de Niterói

Alunos desfilam durante apresentação das equipes nos Jogos Escolares

Douglas Macedo

Fomentar o esporte e fazer a inclusão social. Essa é a missão dos Jogos Escolares de Niterói (JEN). A abertura da competição aconteceu na tarde desta sexta-feira (05), no Colégio Salesiano de Santa Rosa. Por volta das 17h, o Reder Circus fez uma série de apresentações acrobáticas, sendo seguido pela banda do Colégio Plínio Leite. Finalizando, o grupo Bicho Solto fez a alegria de todos os presentes.

Em seu primeiro JEN, Yago Lima, do Colégio Estadual Baltazar Bernardino, conta que, apesar da inexperiência em competições, ele e seus colegas estão focados e determinados no título.

“Apesar de não termos oportunidades de treinar, a galera é boa de bola e vamos tentar vencer na garra. O JEN é muito importante para a gente pois a nossa escola está participando pela primeira vez, então teríamos muito orgulho de chegar na escola com uma medalha”, conta o jovem de 17 anos.

Já experiente, Luísa Abou, de 16 anos, irá participar do seu último JEN. A aluna do Colégio Salesiano da Região Oceânica participa desde o 6º ano do ensino fundamental. Ela ressalta a importância da integração entre as escolas.

“Nós gostamos muito de participar do JEN porque é o momento que temos para sair um pouco só da nossa escola e praticar um esporte que a gente gosta, no meu caso é o handebol. Na minha escola, somos focados nos esportes, mas também na parte da harmonia entre os colégios”.

O Secretário Municipal de Esporte e Lazer de Niterói, o vereador licenciado Luiz Carlos Gallo, que organiza seu 3º JEN, detalha qual é a motivação de fazer a competição crescer cada vez mais: “O nosso foco, com a orientação do prefeito Rodrigo Neves, não é só o esporte em si. É a inclusão. Aqui todos são iguais. Então esse encontro entre escolas públicas e privadas é muito bacana. O esporte agrega. Outra fator importante é que as próprias escolas oferecem seus espaços físicos para a prática das modalidades”, conclui. 


Scroll To Top