Bala perdida atinge quarto de criança no Fonseca

Cidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Um tiro atingiu a janela do quarto de uma menina de 9 anos em um apartamento na Rua Desembargador Lima Castro.

Foto: Divulgação


Uma bala perdida quase causou uma tragédia no Fonseca, Zona Norte de Niterói. Nesse domingo (21), por volta das 22h30, um tiro atingiu a janela do quarto de uma menina de 8 anos em um apartamento na Rua Desembargador Lima Castro. Segundo o pai da criança, por pouco a garota não foi atingida. De acordo com o 12º BPM (Niterói), não havia nenhuma operação policial nas proximidades no momento do disparo. Pelo menos outros cinco casos de bala perdida foram registrados nos últimos dois meses na cidade.

A família contou que estava reunida em casa no momento em que o incidente aconteceu. A bala entrou pela janela quebrando o vidro, e foi encontrada na cama onde a menina brincava. Uma das síndicas do prédio disse que foi um momento de bastante tensão para a família.

“Quando aconteceu, o pai da menina ligou imediatamente pra mim e eu fui à casa dele. Ele, a esposa e a filha estavam muito nervosos. Foi um milagre a bala quebrar o vidro da janela do quarto e atingir cama, ao lado da filhinha deles, que nenhum ferimento sofreu. Obviamente toda essa tensão está sendo sentida por todos nós, moradores do condomínio. O que não se diferencia dos demais moradores de Niterói”, desabafou Elizabeth Lopes.

A síndica contou que os moradores não se sentem mais seguros em casa.

“O pânico tomou o lugar do sorriso em nossa cidade e acabamos sentenciados a verdadeiras prisões domiciliares. Já não vivemos mais. Nossos lares, que a princípio eram os nossos refúgios, onde nos mantínhamos em segurança, agora são invadidos pelas balas perdidas, que tiram as nossas vidas, as vidas de quem amamos e, quando isso não acontece, deixam o pânico”, desabafou.

Rotina – Nos dois últimos meses, Niterói conviveu com pelo menos quatro casos de bala perdida. No dia 15 de maio, um casal proprietário de um imóvel no bairro Pé Pequeno, na Zona Sul de Niterói, foi surpreendido à tarde, ao ter a janela de vidro do quarto atingida por uma bala perdida. Segundo eles, a mulher estava na cozinha quando ouviu um barulho e, ao chegar no quarto, percebeu a vidraça quebrada e os estilhaços espalhados por cima da cama. Ainda de acordo com o casal, apenas o gato de estimação estava no quarto, mas por sorte não foi atingido pelo tiro.

Já no dia 26 de maio, uma motorista foi atingida no início da noite por bala perdida durante tiroteio entre policiais militares e bandidos que promoveram uma série de assaltos na Região Oceânica de Niterói. A vítima, que foi atingida da Estrada Francisco da Cruz Nunes, em Itaipu, esteve internada em estado grave no Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal). O tiroteio deixou em pânico quem passava pelo local.

Um motorista foi atingido no dia 9 de junho por bala perdida próximo à Igreja de São Lourenço, no Ponto Cem Réis, durante uma troca de tiros entre policiais militares e bandidos armados de pistolas, fuzis e metralhadoras acusados de uma série de assaltos, os quais deixaram mais de 30 vítimas em São Gonçalo e buscavam refúgio numa favela de Niterói. A vítima foi atingida em seu carro com um tiro nas costas. Ele foi socorrido por homens do Corpo de Bombeiros e levado para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal).

No último dia 20, uma mulher e o filho, uma criança de colo, foram atingidos por bala perdida quando ocupantes de um carro de cor escura atiraram contra um homem que estava em um bar na Comunidade Buraco do Boi, no Barreto, Zona Norte de Niterói. A mulher, que tem 40 anos e foi atingida na mão, e a criança, que foi atingida na perna, foram encaminhadas para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal).

Menino de 1 ano atingido por bala perdida continua internado

O menino de 1 ano e quatro meses que foi atingido em uma das pernas por uma bala perdida no último sábado (20), quando estava com a mãe, identificada como Janaina Gomes Costa, de 40 anos, que também foi baleada, próximo a um bar na comunidade Buraco do Boi, no Barreto, em Niterói, continua internado no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, em São Gonçalo.

Segundo informações divulgadas pela Secretaria de Estado de Saúde, Janaina, que foi atingida na mão, já teve alta médica do Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal). Mas seu filho continua com quadro de saúde estável.

Mãe e filho foram vítimas de bala perdida durante disparos efetuados por ocupantes de um veículo de cor escura contra o estabelecimento. Um homem de 18 anos, suspeito de ter envolvimento com o tráfico de drogas, seria o alvo dos disparos e morreu no local. De acordo com testemunhas, o crime teria ocorrido por volta das 7h.
O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG).