NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Caio Martins mais acessível

O Complexo Esportivo Caio Martins, em Icaraí, na Zona Sul de Niterói, está passando por obras para melhorar a acessibilidade do espaço. A intervenção faz parte de um convênio entre a Prefeitura de Niterói e a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude do Estado (SEELJE) que vai oferecer o Centro de Convivência do Idoso com mais de 40 oficinas e o Niterói Mais Ativa, com atividades para pessoas com deficiência. Um consultório odontológico para crianças e adultos também será montado. As ações gratuitas devem ter início a partir de fevereiro deste ano, segundo o Governo do Estado. 

Os convênios entre as partes foram firmados no fim do ano passado e os trâmites para a implementação estão em andamento. Cerca de 70% das passarelas de acesso que estão sendo construídas na parte interna do Caio Martins, ao redor do ginásio, por equipes da prefeitura, já estão concluídas. De acordo com a SEELJE, o prazo é fevereiro de 2019 e os responsáveis dos convênios têm o compromisso de cumprir as adaptações o mais rápido possível.

Segundo a Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro (Suderj), autarquia vinculada à secretaria, responsável pela administração do espaço, as atividades usarão salas e espaços comuns do ginásio e a manutenção será de responsabilidade das instituições parceiras, assim como os funcionários. 

Um dos convênios celebrados envolve a Coordenadoria de Acessibilidade da cidade na criação de um Núcleo de Atendimento Multidisciplinar, o Niterói Mais Ativa. O projeto de inclusão vai oferecer atividades esportivas, recreativas e oficinas de arte. A previsão para o início das inscrições é em fevereiro, começando com 50 vagas. 

Segundo o Executivo Municipal, a equipe técnica da coordenadoria vai visitar, ainda este mês, instituições que atendem pessoas com deficiência em Niterói para apresentar o projeto e conhecer o perfil dos possíveis usuários. A partir dos inscritos (perfil / grau de deficiência) serão designadas as atividades para cada um deles. A equipe conta com uma coordenadora geral, uma fisioterapeuta, uma assistente social, um assistente administrativo, um arquiteto, uma intérprete de libras e uma educadora física. A prefeitura não divulgou o investimento anual com o projeto. 

Outro convênio criará o Centro de Convivência para Idoso, que terá capacidade para atender até 10 mil pessoas, receberá investimento anual de aproximadamente R$ 1,6 milhão. A ideia é que o local se torne um polo de atividades socioculturais e educativas para o público. Segundo a Secretaria Municipal do Idoso, serão mais de 40 oficinas e atividades, como alongamento, ginástica, artesanato, música e teatro, que estarão à disposição de pessoas com 60 anos ou mais. 

A previsão do Governo do Estado é que a Prefeitura de Niterói dê início às atividades em março. O horário de funcionamento será de segunda a sexta-feira, de 9h às 17h e a secretaria será responsável pela manutenção do espaço e pagamento de funcionários. Será de responsabilidade da secretaria supervisionar os serviços prestados.

A Suderj também fechou um convênio com a Cruz Vermelha que oferecerá um consultório odontológico infantil e para adultos em uma das salas do Caio Martins. Profissionais voluntários vão atender a população carente e todo o equipamento, como cadeira de dentista, material necessário para procedimentos e ar-condicionado, será fornecido pela instituição. O projeto está previsto para fevereiro.

Scroll To Top