NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Caminhada luminosa pela paz

Caminhada é uma ação da Campanha da Fraternidade, realizada anualmente pela Igreja Católica

Foto: Marcelo Feitosa

Nem a instabilidade dos serviços e transportes da atual conjuntura impediu que centenas de niteroienses comparecem à “Caminhada Luminosa pela Paz”, evento ecumênico realizado no fim da tarde do sábado (26), que teve como ponto de partida o Museu de Arte Contemporânea (MAC).

“É um dia muito significativo para nós. Esse evento deveria ter acontecido sábado passado, mas uma chuva forte impediu. Hoje, infelizmente, estamos aqui em um contexto de sofrimento, pois o País está parado. Mas estamos aqui para rezar, unir forças e encontrar saídas. A paz é fruto da justiça e do perdão”, afirmou o bispo auxiliar da Arquidiocese de Niterói, Dom Luiz Antonio Lopes Ricci.

O início da caminhada aconteceu por volta das 17h, com uma celebração ecumênica pela paz e apresentação musical do Projeto Aprendiz.

A caminhada é uma ação da Campanha da Fraternidade, realizada anualmente pela Igreja Católica, que, neste ano, trouxe como tema “Fraternidade e Superação da Violência”, e o lema “Vós sois todos irmãos”.

“O evento também está com a ‘Semana de oração pela unidade dos cristãos’, que encerrou semana passada. Daí ser uma caminhada ecumênica. É uma centelha de luz que clama pela paz”, ressaltou o arcebispo metropolitano de Niterói, Dom José Francisco.

Após o ato, fiéis e lideranças da Arquidiocese de Niterói, Diocese Anglicana, Igreja Luterana, Igreja Batista, Igreja Evangélica Sião, Conselho Espírita, Centro Israelita e Associação de Religiões de Matrizes Africanas, Brahma kumari, seguiram em caminhada do MAC pela Avenida Jornalista Alberto Francisco Torres, chegando até a Igreja de São Judas Tadeu, na Avenida Ary Parreiras, em Icaraí.

Com faixas, cartazes e camisas, o público manifestou o desejo de paz para a cidade, Estado do Rio e também para o Brasil, pedindo principalmente que seus direitos sejam respeitados, pelo fim da violência e por políticas públicas que garantam dignidade.

Além das entidades religiosas presentes, a caminhada também teve o apoio da Prefeitura de Niterói, o movimento Niterói Mais Humana e a OAB.
 
“Hoje, diferentes religiões se unem por um bem comum. Felizmente, em meio a tudo o que está acontecendo, Niterói é um contraponto, um exemplo de ações positivas, como essa que acontece aqui. Tanto que estamos lançando o ‘Pacto Pela Paz’, uma série de intervenções e articulações da sociedade civil e poder público, justamente em busca dessa paz que todos nós tanto queremos”, concluiu a coordenadora do Niterói Mais Humana e primeira-dama de Niterói, Fernanda Sixel. 


Scroll To Top