NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Firjan participa de encontro da indústria do petróleo, em Macaé

A Firjan participa, de 25 a 28 deste mês, da Brasil Offshore, que este ano completa 20 anos. O encontro da indústria de petróleo e gás brasileira acontece em um dos principais polos de exploração e produção do Brasil: Macaé, base para operação da Bacia de Campos. Durante o evento, a Firjan terá uma agenda de mercado e institucional, além de promover, em parceria com a Organização Nacional da Indústria do Petróleo – Onip e com o Sebrae, a Rodada de Negócios.

O objetivo é colocar, frente a frente, fornecedores e os principais players do mercado de petróleo e gás. A Firjan Senai Sesi estará presente na Rodada como empresa âncora, buscando novos fornecedores na região.  A Rodada acontece nos dias 26 e 27, a partir das 15h.

A proposta é fomentar negócios e oferecer às empresas a possibilidade de identificar alternativas de fornecimento de bens e serviços no mercado local. Na última edição, em 2017, esses encontros geraram um volume de mais de R$ 142 milhões em negócios.

Informações - Na feira, a Firjan também terá um estande com informações sobre os serviços cursos de educação profissional oferecidos pela Firjan Senai, assim como soluções de saúde e segurança do trabalhador da Firjan Sesi. Outra atração será a visita guiada com os óculos de realidade aumentada, por meio do qual o público poderá fazer um passeio virtual pelos Institutos Senai de Tecnologia (ISTs). Na área de exposição da feira, também será montada uma escola móvel, onde acontecerão demonstrações de solda.
A Federação também fará apresentações na Arena Onip – Conteúdo Bacia de Campos, que acontece nos dias 25, 26 e 27, a partir das 15h, com painéis e temas ligados à compliance, legislação, tecnologias da área offshore e segurança operacional, além de uma apresentação sobre editais de inovação. A curadoria das palestras está a cargo da Onip. A programação das palestras pode ser conferida em https://www.onip.org.br/noticia/exibir/125.

Cenário de mercado - A entrada de outras operadoras para exploração do pré-sal no mercado nacional, nos últimos dois anos, trouxe perspectivas de novos investimentos na indústria de petróleo e gás.  Desde a volta do calendário de leilões, especialmente com o avanço na pauta de campos maduros, Macaé retoma seu potencial de atividade para offshore e geração de empregos. O cenário promissor trouxe projeções positivas e só a Petrobras já anunciou US$ 20 bilhões para os próximos cinco anos na Bacia de Campos.
Segundo a gerente de Petróleo, Gás e Naval da Firjan, Karine Fragoso, a participação da Firjan, Senai e Sesi na Brasil Offshore, em parceria com diversos atores institucionais e empresariais, promove discussões relevantes sobre o mercado.

“É uma forma de estarmos ainda mais próximos das empresas com a oferta de soluções e demonstrações do nosso potencial de atendimento. Em 2019, a feira comemora 20 anos, juntamente com a Onip. Um ano com muitas expectativas no ambiente de gás e com muito potencial de inovação a ser criado”, afirma Karine, que também é diretora geral da Onip. 

Scroll To Top