NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Homem detido por abandonar filhotes no Horto do Fonseca

Os cinco gatos passam a ser de responsabilidade do Horto do Fonseca

Foto: Lucas Benevides

Um homem, cuja identidade não foi divulgada, foi detido na manhã desta quinta (30) por abandonar cinco gatos no Horto do Fonseca, em Niterói. Ele foi flagrado pela veterinária do Horto, Fernanda Campista, enquanto deixava os animais no interior da área de proteção. A Guarda Municipal foi acionada e o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente da Polícia Civil (DPAM) para prestar depoimento.

O caso acontece pouco mais de uma semana após entrar em vigor a Lei de Proteção Animal, aprovada pela Câmara de Vereadores e sancionada pelo prefeito Rodrigo Neves na terça-feira (21), que traz penas mais rígidas para quem maltratar animais, como multas que variam de R$ 500 a quase R$ 4 mil.

Segundo Leonardo Reis, administrador regional do Horto, o homem declarou ser morador de Alcântara, em São Gonçalo, e levou os animais para o horto de bicicleta, em uma caixa de plástico com furos na tampa. Mas quando deixava os gatos, foi surpreendido pela veterinária Fernanda Campista.

Essa não é a primeira vez que uma situação desse tipo acontece. O Horto do Fonseca chegou a ter 70 animais abandonados, que foram cuidados, castrados e colocados para adoção nas duas feiras realizadas pelo Horto, em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente. “É totalmente proibido por lei o abandono de animais. Desde o momento que você assume a responsabilidade com um animal, você tem que cuidar dele”, ressalta Leonardo Reis.

No caso dos cinco gatinhos, a responsabilidade sobre eles agora passa a ser do horto. De acordo com Marcelo Pereira, diretor de proteção animal da Secretaria de Meio Ambiente, os felinos receberão o tratamento necessário, serão castrados e se juntarão aos outros animais recolhidos. O Horto do Fonseca e a Secretaria de Meio Ambiente promoverão a terceira edição da feira de adoção no sábado, 8 de agosto, das 10h às 14h.


Scroll To Top