Invasão nas baias de ônibus do Fonseca

Cidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O lixo gerado pelos camelôs fica espalhado nas estações

Foto do leitor Alexandre Ribeiro

O lixo gerado pelos camelôs fica espalhado nas estações

Foto do leitor Alexandre Ribeiro

O leitor Alexandre Ribeiro enviou mensagem para O FLUMINENSE denunciando a invasão de mototaxistas e vendedores ambulantes, além de acúmulo de lixo nas baias de ônibus da Alameda São Boaventura, no Fonseca, zona norte de Niterói.
 
“Os camelôs estão montando barracas e deixando o lixo das mercadorias nas baias. Além disso, motoboys circulam pelas estações como se não  houvesse pedestres.”, reclama.

Os leitores de O FLUMINENSE podem enviar fotos junto com reclamações sobre seu bairro ou região para a coluna “Você faz a notícia”, a seção de jornalismo participativo do jornal, através do e-mail: [email protected] ou pelo WhatsApp O Flu: (21) 99616-2307.