NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Mercado recebe iniciativa digital voltada só para elas

Valentim Paulo surpreende mais uma vez lançando novo modelo de negócios

Foto: Divulgação

Saber identificar uma oportunidade onde mais ninguém viu. Empreender é assim, criar oportunidades novas, mas, ao mesmo tempo, transformar essas ideias em um negócio lucrativo. Formado em economia, e com passagem por vários cargos e funções importantes na iniciativa privada e pública, o economista, empreendedor e palestrante Valentim Paulo inova mais uma vez lançando no mercado um modelo de negócios que quer ter como colaboradores apenas mulheres acima de 45 anos. Um iniciativa digital por natureza e disruptiva por vocação.

O FLUMINENSE – O que é preciso para empreender?

Valentim Paulo – Empreender é uma necessidade para o desenvolvimento do país, assim como são importantes mudanças na educação. O empreendedor quer transformar o seu sonho ou a sua ideia em realidade. Para isso, é preciso possuir um perfil inovador e um olhar próprio para os negócios. Mas também requer conhecimentos específicos, produtos diferenciados, investimentos, conhecimentos em gestão de finanças, marketing e liderança.

O FLU – É isso que você ensina em suas palestras motivacionais?

Valentim Paulo – Qualquer transformação só é importante e concreta quando ocorre dentro de nós. Todos temos condições iguais de vencermos no mundo empresarial. Procuro mostrar a importância de termos objetivo, foco, vontade, determinação, disciplina e perseverança para alcançar nossos sonhos e metas. 

O FLU – E qual seu projeto empreendedor atual?

Valentim Paulo – Estou com um trabalho de vendas para ser realizado através das redes sociais, voltado a mulheres empreendedoras com mais de 45 anos. É uma parceria minha com a Polishop, que vai proporcionar a esse segmento empreender de forma segura, montando um loja virtual personalizada e ter sua renda, além da possibilidade de prêmios.

O FLU – Qual a possibilidade real de lucros para as participantes deste projeto?

Valentim Paulo – Parto sempre do mínimo que uma pessoa pode fazer. Imagine que essa mulher venda um produto por dia. Ainda assim, ela conseguirá ter uma renda de R$ 2.100 por mês. Se vender dois por dia, essa renda passa para R$4.200, aproximadamente. Lembrando que haverá uma infinidade de produtos para serem negociados e diversas formas de se obter ganhos além das vendas. 

O FLU – Existe momento certo para empreender?

Valentim Paulo – Para essa pergunta, posso citar como resposta uma pesquisa realizada pelo Sebrae que apontou que o cenário econômico para este ano é de recuperação e será benéfico para os empreendedores de pequeno negócio.

O FLU – E como participar do seu projeto?

Valentim Paulo – É necessário que a candidata tenha mais de 45 anos, capacidade de investir R$ 36 durante 10 meses, ensino médio concluído, conhecimento do Pacote Office e de mídias sociais. Com esses requisitos, basta enviar o currículo para: [email protected] ou [email protected]


Scroll To Top