Número de salvamentos no mar cresceu 10% na cidade

Cidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

A Operação Verão, realizada pelo Corpo de Bombeiros de todo o Estado, começou nesta semana. E com ela, a atenção voltou a ser redobrada nas praias de Niterói. Isso porque, de acordo com a corporação, o 4º  Grupamento Marítimo de Itaipu (4º Gmar), é o terceiro no Estado com o maior número de salvamentos nas praias. Durante todo o ano de 2016, foram 3.160 salvamentos. No entanto, até o último dia 27 deste mês, o quartel já foi responsável por 3.472 ocorrências nas praias do município. Um aumento de quase 10%. O 3º Gmar (Copacabana) liderou o ranking de salvamentos este ano: foram 9.036, seguido do 18º GBM (Cabo Frio), com 5.592.

De acordo com o coronel Rômulo Sá, comandante do 4º GMar, as praias de Itacoatiara e Piratininga (Região Oceânica) e também Itaipuaçu (Maricá) são os locais com mais ocorrências de afogamento. Por isso, a corporação montou uma estratégia para atender às demandas.

“Nós colocaremos quatro bases de apoio estrategicamente nas praias de Itaipu, Itacoatiara, Piratininga (prainha) e Itaipuaçu, além de das bases fixas que já disponibilizamos. Nosso objetivo é facilitar o deslocamento dos nossos militares”, explicou o coronel.

Efetivo reforçado

Até março de 2018, a corporação afirmou que mais de 1.300 guarda-vidas atuarão em revezamento nas praias da orla fluminense, o que significa um reforço de 50% no efetivo. 

Os militares vão ocupar mais de 200 postos de salvamento e contarão com o apoio de motos aquáticas, lanchas, botes, quadriciclos e aeronaves. 

O drone para monitoramento e auxílio em salvamentos também será utilizado como recurso para a segurança durante o banho de mar.