NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Niterói: investimento em mobilidade

Sistema deverá estar operacional ainda neste mês. Restam a instalação de alguns softwares e de sistemas de operação

Foto: Divulgação/Prefeitura de Niterói

Nas próximas semanas, a Prefeitura de Niterói concluirá a instalação do sistema de sinais inteligentes da cidade. A previsão dos técnicos é de grande melhoria na mobilidade urbana em Niterói, com redução de até 30% no tempo de deslocamentos. O sistema já é operado em fase de testes há alguns meses em determinadas regiões da cidade. Com a conclusão da instalação de todos os equipamentos, os benefícios já poderão ser sentidos por motoristas, ciclistas e pedestres.

“O sistema todo estará operacional a partir deste mês. Ainda estão sendo instalados alguns softwares e sistemas de operação. Quando tudo estiver em operação, a nossa expectativa é a de redução de 20% a 30% no tempo de deslocamento na cidade. Com esse sistema, teremos um trânsito mais eficiente, com mais segurança e menos poluição, porque não vai parando em cada sinal”, diz o secretário executivo da Prefeitura de Niterói, Axel Grael.

Foram instalados 190 controladores de tráfego e câmeras de loop virtual, que transferem informações para o controlador tomar as decisões de diminuir ou aumentar o tempo dos sinais. Essas câmeras, além da capacidade de observar a presença ou a ausência de veículos em um determinado cruzamento, podem também promover a contagem de veículos, a classificação deles e medir a velocidade média, entre outras funções.

Os controladores de tráfego foram instalados em dez áreas de maior movimento na cidade: Icaraí, Fonseca, Centro, Santa Rosa, São Francisco/Charitas, Largo da Batalha, Orla (Icaraí, Ingá e Centro), Barreto, Engenho do Mato e Região Oceânica. O objetivo é conseguir implantar com mais eficiência a chamada “onda verde”, a sincronização dos sinais de um percurso para evitar interromper o trânsito em cada esquina. A nova tecnologia também permite que um operador de trânsito opere os sinais por meio de computadores ou mesmo de um celular.

“Todos os dados e imagens coletados pelas câmeras inteligentes serão enviados para o Centro de Controle Operacional (CCO) Mobilidade, instalado no Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), em Piratininga. É de lá que os técnicos acompanham as condições do trânsito para, se necessário, realizar intervenções. As informações ainda serão utilizadas para alimentar os painéis informativos espalhados em todas as regiões da cidade. Este sistema permitirá aos agentes e operadores de trânsito que atuem de modo mais intensivo na orientação do trânsito onde houver necessidade de aumentar a fluidez, e não ficarão presos aos cruzamentos com semáforos”, explica Braz Colombo, diretor-administrativo da NitTrans.

Nos testes realizados até agora foram observadas situações em que havia necessidade de se aumentar ou diminuir o tempo do sinal verde ou do vermelho para dar mais fluidez ao trânsito diminuindo os engarrafamentos.

Todo o projeto foi desenvolvido pelo grupo francês Enge, que está cuidando da instalação dos equipamentos e de sua manutenção. O sistema de sinais inteligentes foi adquirido com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).


Scroll To Top