NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Niterói pode ter Cidade da Polícia

Bagueira (segundo da direita para a esquerda) com demais autoridades no encontro

Douglas Macedo

Niterói pode ganhar, em breve, sua própria Cidade da Polícia. O deputado estadual recém-empossado Paulo Bagueira (SD) e o vereador de Niterói Renato Cariello (PDT) se reuniram, ontem pela manhã, com delegados da Polícia Civil na sede do 4° Departamento de Polícia de Área (DPA), que fica no Centro de Niterói, para discutir sobre esse tema. 

Estiveram presentes no encontro o delegado Pedro Medina, do 4° DPA, e Gláucio Paes, da 81ª DP (Itaipu). A reunião foi o primeiro compromisso público de Bagueira após ser empossado como deputado na última sexta-feira (05).

A ideia é transformar o pátio da Empresa de Obras Públicas (Emop), que atualmente está sob administração da Polícia Civil, localizado no Centro da Cidade, em uma Cidade da Polícia nos mesmos moldes da existente no Rio de Janeiro, que fica localizada no bairro Jacarezinho, Zona Norte da Cidade. O novo empreendimento passaria a atender exclusivamente os municípios de Niterói, São Gonçalo, Maricá e Itaboraí.

De acordo com Bagueira, a ideia é apresentar, em breve, na Assembleia Legistativa (Alerj) um Projeto de Lei que viabilize a proposta. Segundo o deputado, além da implementação da Cidade da Polícia, a reunião com os delegados teve como pauta vários itens que giram em torno da segurança pública em Niterói.

“A reunião foi muito ampla falando sobre segurança pública no Município em colaboração com a Polícia Civil. Viemos ver no que podemos contribuir para a gente melhorar este espaço [o pátio]. A gente tem mantido um diálogo com as forças de segurança e buscado colaborar”, disse.

Bagueira completou afirmando que, com a implementação do projeto da Cidade da Polícia, Niterói pode se tornar referência no que diz respeito à segurança pública. O parlamentar pontuou também que é necessário uma discussão com o Estado sobre o assunto e que a Prefeitura de Niterói poderia apoiar a proposta.

“Niterói pode se tornar uma referência no quesito de segurança pública. Isso amadurece cada vez mais a nossa ideia na discussão do tema com o Estado. Podemos fazer aqui a Cidade da Polícia para essa região com toda a estrutura. Não tenho dúvidas de que o prefeito compraria essa ideia”, concluiu. 

Scroll To Top