NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Niterói recebe sua 13ª Parada do Orgulho LGBT



Com o objetivo de agregar as lutas dos movimentos contra o preconceito, a homofobia e a intolerância religiosa, neste domingo (3), o bairro de Icaraí, na Zona Sul de Niterói, recebe a 13º Parada do Orgulho LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros). O encontro ocorre entre 14h e 21h, na Avenida Jornalista Alberto Francisco Torres, com vista para a Baía de Guanabara, e promete reunir 100 mil pessoas e quatro trios elétricos de grande porte.

Pelo menos é o que indica Felipe Carvalho, presidente do Grupo Diversidade Niterói (GDN), que organiza a manifestação pública. “A parada do orgulho LGBT sintetiza toda a luta que esses movimentos sociais organizados travam no dia a dia. Seguimos buscando equidade de direitos e enfrentando o preconceito que nos assassina diariamente, em todo o país”.

O início de deslocamento dos trios elétricos na Av. Jornalista Alberto Francisco Torres se iniciará às 17h e percorrerá a via até às 21h. Com o tema “Seu ódio não desbota as minhas cores. Amar é terapêutico!”, a Parada do Orgulho LGBT de Niterói é a maior manifestação pública da cidade e segunda maior parada do Estado do Rio de Janeiro.

Em parceria com o GDN, a Coordenadoria de Defesa dos Direitos Difusos e Enfrentamento à Intolerância Religiosa (CODIR) convidou os povos de matrizes africanas para abrir a festividade. A secretaria municipal de Ordem Pública de Niterói autorizou 14 ambulantes fixos para atuação na venda de bebidas e demais artigos na manifestação.

Procurada, a Polícia Militar informou não possuir expectativa de público própria e que o contingente operacional para a Parada do Orgulho LGBT ainda estava em planejamento até o fechamento desta edição.

Trânsito – Para atenuar os prováveis problemas de trânsito na região, a NitTrans, que contará com 19 agentes operando na manifestação, está organizando um plano de operações especial para o evento.

A partir das 22h desta sexta-feira, até as 21h de domingo, há restrição de estacionamento em ambos os lados de trechos das ruas Miguel de Frias (entre a orla da praia e a Gavião Peixoto), Álvares de Azevedo, e Mariz e Barros (ambas entre a orla e a Cel. Moreira César). Durante a interdição da Rua Miguel de Frias, os ônibus com destino ao Centro, via Ingá, deverão trafegar pela Rua Fagundes Varela.

De acordo com o presidente da NitTrans, Coronel Paulo Afonso, os trios elétricos serão inspecionados pelo Corpo de Bombeiros na altura da Boa Viagem e depois voltarão pelo mesmo caminho. Serão implantadas duas faixas reversíveis contíguas à ciclofaixa na Av. Roberto Silveira, entre 13h e 22h, no trecho entre a Rua Domingues de Sá e interseção da Rua Marquês do Paraná com Rua Dr. Paulo César.

“O importante é que na hora que fecharmos a orla, a Av. Jornalista Alberto Francisco Torres, vamos iniciar duas reversíveis na Roberto Silveira. Esta estratégia deu certo em todos os anos da Parada. E vamos estabelecer alguns critérios de estacionamento na Miguel de Frias, na Moreira César, para não termos problemas no trânsito”, concluiu Paulo Afonso.
Por sua vez, no domingo, serão interditados vários trechos de ruas em Icaraí, que podem ser consultados através do site http://www.nittrans.niteroi.rj.gov.br/parada-do-orgulho-lgbt.

Scroll To Top