NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Niterói vai ganhar lâmpadas de LED

Nove locais de Niterói começarão a receber nova iluminação dentro de dois meses. Segundo a secretária de Conservação e Serviços Públicos de Niterói, Dayse Monassa, o Horto do Fonseca, Campo de São Bento, Alameda São Boaventura, Estrada Fróes, Avenida Roberto Silveira, Rua Marquês de Paraná e Avenida Jansen de Melo, além da Presidente Roosevelt e Rui Barbosa, terão as lâmpadas convencionais trocadas por luzes com base na tecnologia LED (diodo emissor de luz, do inglês, light emmiting diode).Segundo Dayse, o objetivo é reduzir em até 40% os custos da iluminação pública da cidade. A troca  e vai custar aos cofres do município R$ 2 milhões. 

De acordo com a secretária, dentro de 30 dias haverá a licitação para a escolha da empresa que fará a manutenção dos pontos de luz. A troca das lâmpadas deve começar em setembro e terminar em seis meses.  

“É importante ressaltar que essa é a primeira parte do projeto. Nós usaremos três tipos de potência das lâmpadas, conforme a necessidade do local. Por exemplo, na Avenida Presidente Roosevelt, em São Francisco, nós usaremos leds de 140 watts (W). Já na Avenida Roberto Silveira serão de 180. Isso porque essa última via tem mais faixas, necessitando de mais iluminação. Assim serão nas outras localidades”, explicou.

Além disso, as lâmpadas de boa qualidade serão reaproveitadas em outros pontos da cidade, segundo  a secretária.  No total, serão duas mil novas lâmpadas e 800 lâmpadas remanejadas.

“Na Alameda São Boaventura, por exemplo, temos iluminação de qualidade. Nós remanejaremos essas lâmpadas para a Avenida Professor João Brasil. Já a Avenida Roberto Silveira terá suas lâmpadas levadas para a Avenida Presidente Backer. Pensamos nessas vias porque são consideradas importantes eixos viários de ônibus, o que contribui e muito para a segurança da nossa cidade”, explicou Dayse Monassa.

De acordo com o professor de Engenharia Elétrica da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), Estevão Almeida Soares, uma lâmpada de vapor de sódio, que gera iluminação amarelada, dura de três a quatro anos. Uma de LED, que gera luz branca, dura de oito a dez anos.
“A troca diminuirá o custo com manutenção elétrica na cidade”, concluiu. 

Scroll To Top