NITERÓI/RJ
Min:   Max:

Obras na Praça Arariboia mudam porta de entrada da cidade

Duplicação de bicicletário e até mudança de lugar da tradicional Estátua de Arariboia

Divulgação

Entre as áreas mais movimentadas da cidade, a Praça Arariboia e toda a orla do Centro de Niterói serão revitalizadas. O edital do projeto para a porta de entrada da cidade foi lançado nesta quinta-feira (13), no auditório do Museu de Arte Contemporânea (MAC), na Boa Viagem. Com a iniciativa, a Prefeitura de Niterói trará mais mobilidade não só para o Centro, mas para toda a cidade, incentivo para a economia, com a geração de novos empreendimentos, ampliação do bicicletário Arariboia, que terá o número de vagas duplicadas, e reurbanização da área em frente ao tradicional mercado de peixe São Pedro.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, enfatizou que a obra vai reconfigurar uma área nobre da cidade, já considerada a mais importante de Niterói quando a cidade era capital do Estado do Rio, até 1975. A revitalização soma-se a outras ações realizadas a partir do diálogo entre diversos órgãos públicos e a iniciativa privada, como a restauração do prédio dos Correios, a reforma da estação das barcas e do conjunto arquitetônico de prédios do entorno da Praça da República. Rodrigo disse ainda que as intervenções para a nova Praça Arariboia começam no segundo semestre e a previsão é que os trabalhos sejam concluídos em 2020.

“Mesmo diante deste contexto da pior crise que atinge o Estado e o País, Niterói não deixou de pagar os salários em dia e a cidade vem conquistando posições importantes no cenário nacional", afirmou o prefeito. "Hoje, estamos aqui falando de um projeto de urbanização, de infraestrutura, mas somos o governo que mais construiu escolas e tirou do papel obras importantes como o túnel Charitas-Cafubá. Tudo isso só é possível graças a uma gestão responsável, comprometida e transparente. Em 2020, teremos uma cidade mais sustentável, mais moderna, mais democrática e mais preparada para o futuro”.

O secretário municipal de Urbanismo, Renato Barandier, destacou que as intervenções na área onde circulam 400 mil pessoas diariamente serão realizadas no trecho entre o mercado de peixe São Pedro e o Forte Gragoatá, com investimento de cerca de R$ 100 milhões. O projeto, de acordo com Barandier, seguirá o conceito de ruas completas para proporcionar mais segurança, mobilidade e conforto aos pedestres, ciclistas e motoristas. Além disso, a região terá mais áreas verdes e iluminação de LED, calçadas acessíveis e a duplicação do número de vagas do bicicletário Arariboia. 

“A Avenida Visconde do Rio Branco receberá estações no canteiro central nos moldes da TransOceânica. Teremos uma ciclovia em todo o trajeto. Com as melhorias nas entradas e saídas do terminal João Goulart, os ônibus acessarão diretamente a Avenida Feliciano Sodré. O estacionamento ao lado da estação das barcas será desapropriado e criaremos um espaço que terá uma maior ligação com a Baía de Guanabara, onde as pessoas poderão ver o pôr do sol”, explicou Barandier. “O projeto de paisagismo foi idealizado pelo escritório do Roberto Burle Marx. Também será criado um novo acesso ao Caminho Niemeyer e a estátua de Arariboia será deslocada alguns metros para ficar em frente à Avenida Amaral Peixoto”, acrescentou.

Para o secretário executivo da Prefeitura de Niterói, Paulo Bagueira, o projeto da nova Praça Arariboia vai recuperar a autoestima dos moradores e das pessoas que frequentam o Centro.

“Esta região precisava de uma transformação, assim como aconteceu com a Região Oceânica e em bairros da Zona Norte”, analisou Bagueira. “Este governo mostra o compromisso com o cidadão e com o futuro da cidade. Teremos aqui a autoestima dos moradores do bairro e também uma transformação comercial, importante para a economia do município”.

O presidente da Associação Conselho Empresarial e Cidadania (Acec), Joaquim Andrade, que esteve no lançamento do edital, elogiou o projeto.

“É um projeto que reflete a dedicação que o atual governo vem mostrando com a cidade, repensando os espaços de forma responsável e atento às demandas da população, estabelecendo prioridades. É um projeto fantástico. Tenho certeza que trará resultados muitos positivos para Niterói”, pontuou Andrade.


Scroll To Top