Para democratizar o acesso à leitura

Cidades
Tpografia
  • Mínimo Pequeno Médio Grande Gigante
  • Fonte Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Livros de diferentes gêneros literários podem ser adquiridos

Foto: Colaboração / Vinícius Rodrigues

O Solar do Jambeiro neste domingo (7) foi palco de mais um dia do Projeto “Livros para Adoção”, que como o próprio nome diz, funciona com uma dinâmica que tem como objetivo a democratização do acesso aos livros e à literatura. A iniciativa, que começou em 2017, já reuniu mais de mil pessoas, ajudou a fomentar discussões e interesse na forma de arte que tem a palavra escrita como ponto central. 

“Eu vim aqui para ver se estava tendo exposição e me deparei com esse projeto. Achei ótimo, porque estou de férias e pensei em me dedicar mais à leitura. Tem tantos livros legais que eu não sei nem por onde começar. De qualquer forma, tenho alguns livros em casa em excelente estado. Vou trazer essa semana para que outras pessoas tenham acesso”, contou a advogada Marlice Nunes, 45 anos. 

Apesar do desejo da advogada em doar livros, não é necessário doar para retirar um exemplar do projeto. Mesmo assim, frequentadores do Livros para Adoção argumentam que podem e devem colaborar para atrair mais pessoas ao Solar do Jambeiro e, quem sabe, estender o projeto para outros locais em Niterói.  

“Essa é a ideia. Poder levar o projeto para outros lugares. Niterói tem uma vasta riqueza cultural, sobretudo quando falamos de literatura. Já trouxe livros e já levei. A troca é muito bacana”, contou o professor Rubens Raghiantti. 

 Em uma mesa, na Sala da Memória da casa de cultura, há uma estrutura montada para a consulta das obras, inclusive sua leitura. A Assessoria de Projetos Literários recebe doações de livros, sem censura de gênero textual. Para maiores informações, comunique-se com [email protected] O Solar do Jambeiro permanece aberto de terça a domingo, das 10h às 18h.